fbpx
INVESTIMENTO EM FUNDOS (400 x 200 px)

Planejamento patrimonial e sucessório: o que é e como fazer (2024)

Entender como fazer planejamento patrimonial e sucessório é uma excelente medida para o seu futuro.

Com as estratégias corretas, você pode garantir uma sucessão mais tranquila e uma maior eficiência na transmissão de bens e recursos para os herdeiros, com menos atritos em todas as instâncias.

Essa maior eficiência significa, no final das contas, mais dinheiro para a família e maior tranquilidade para os herdeiros.

Quer entender como funciona o planejamento patrimonial e sucessório e como dar os primeiros passos para essa reorganização? Siga a leitura.

Consultoria de investimentos

O que é planejamento patrimonial e sucessório?

Planejamento patrimonial e sucessório é um conjunto de estratégias que tem como objetivo conservar, multiplicar e perpetuar o patrimônio do investidor ao longo das gerações.

Há diferentes tipos de produtos criados com esse propósito: holdings patrimoniais, fundos exclusivos, previdência privada, seguros, entre outros. 

O investidor que tenha mais de R$ 1 milhão em bens e queira fazer um planejamento patrimonial e sucessório deve recorrer a uma instituição financeira que ofereça os serviços, como um escritório family office.

A partir de um bom planejamento, é possível diminuir a carga de impostos sobre os investimentos, evitar os onerosos processos de inventário e reduzir o risco de disputas por herança.

> Leia também: Family office: o que é e como funciona esse serviço?

Vantagens do planejamento patrimonial e sucessório

Dos ganhos tributários à perpetuação da riqueza, são várias as vantagens do planejamento patrimonial e sucessório.

Confira as principais:

Eficiência tributária

A redução da carga tributária sobre o rendimento do patrimônio é uma das primeiras vantagens do planejamento patrimonial.

A ideia é se beneficiar da elisão fiscal dentro dos limites da lei, a partir de instrumentos como a criação de fundos exclusivos ou holdings familiares

Ao investir no mercado financeiro por meio de um fundo exclusivo, por exemplo, o investidor evita o pagamento de imposto de renda nas operações com ganho de capital e pode se livrar do come-cotas. 

A estratégia da holding segue o mesmo princípio: como os bens da família são transferidos para dentro de uma empresa, o efeito da tributação tende a ser menor.

Conservação e multiplicação do patrimônio

As estratégias de planejamento patrimonial e sucessório geralmente são orientadas por uma instituição com expertise no assunto, como um banco de investimento

Ao reduzir o impacto tributário, sugerir a troca de eventuais dívidas caras por mais baratas, organizar os bens da família e encontrar os ativos de investimentos mais rentáveis, a gestão protege e multiplica o patrimônio da família no longo prazo. 

Sucessão simplificada

Além de moroso e burocrático, um processo de inventário pode consumir até 20% do valor da herança, dependendo do caso. 

Isso sem contar o risco de processos judiciais envolvendo disputa por heranças, algo relativamente comum. 

Situações desagradáveis como essas podem ser evitadas, por exemplo, com a doação em em vida de bens com garantia de usufruto ou sucessão planejada nos negócios

Consultoria de investimentos

Como fazer o planejamento patrimonial e sucessório

O planejamento patrimonial e sucessório é fundamental para garantir que seus bens sejam distribuídos de acordo com seus desejos e de maneira eficiente após sua morte.

Este guia passo a passo irá ajudá-lo a entender os elementos-chave do processo e a elaborar um plano eficaz.

Vamos abordar o assunto de forma didática e ilustrativa, como se estivéssemos conversando com você, para tornar o processo o mais claro e acessível possível.

Antes de começar, porém, não esqueça: todos os passos a seguir devem ser tratados, esboçados e executados em consonância com profissionais qualificados em suas áreas, como advogados, contadores e consultores financeiros.

Não tente resolver um assunto sério como esse com base apenas em um artigo que encontrou na internet 😉

Passo 1: Faça um inventário de seus bens

O primeiro passo no planejamento patrimonial e sucessório é fazer um inventário completo de seus bens. Liste todos os seus ativos, incluindo imóveis, investimentos, contas bancárias, veículos, joias e objetos de valor, e negócios que você possua. Não se esqueça de incluir também dívidas, como hipotecas, empréstimos e financiamentos.

Passo 2: Defina seus objetivos

Agora que você tem uma visão clara de seu patrimônio, é hora de definir seus objetivos. Pense em como você gostaria que seus bens fossem distribuídos entre seus herdeiros e beneficiários. Considere questões como proteger a segurança financeira de sua família, garantir a continuidade de seu negócio e minimizar o impacto de impostos e custos legais.

Passo 3: Escolha seus herdeiros e beneficiários

Identifique as pessoas ou organizações que você deseja beneficiar em seu planejamento patrimonial e sucessório. Isso pode incluir familiares, amigos, funcionários ou instituições de caridade. Certifique-se de ter as informações de contato atualizadas e completas para cada beneficiário.

Passo 4: Selecione um executor

Escolha um executor de confiança, que será responsável por administrar seu patrimônio e garantir que seus desejos sejam cumpridos após sua morte. Isso pode ser um membro da família, um amigo próximo ou um profissional, como um advogado.

Passo 5: Elabore um testamento

Elabore um testamento detalhado, que especifique como seus bens devem ser distribuídos entre seus herdeiros e beneficiários. Consulte um advogado especializado em planejamento sucessório para garantir que seu testamento esteja de acordo com as leis locais e minimize possíveis disputas futuras.

Passo 6: Considere a criação de um trust

Se você deseja maior controle e proteção sobre a distribuição de seus bens, considere criar um trust. Um trust pode ajudar a proteger seus ativos de credores e garantir que sejam usados de acordo com seus objetivos específicos, mesmo após sua morte.

Passo 7: Planeje o pagamento de impostos e despesas

Faça um plano para o pagamento de impostos e despesas relacionadas à sua sucessão, como taxas legais e administrativas. Isso pode incluir a compra de um seguro de vida para ajudar a cobrir esses custos ou a designação de ativos específicos para esse fim.

Passo 8: Revise seu plano regularmente

É importante revisar e atualizar seu planejamento patrimonial e sucessório periodicamente, especialmente quando ocorrem mudanças significativas em sua vida, como casamento, divórcio, nascimento de filhos ou netos, ou a aquisição de novos bens. A revisão regular ajudará a garantir que seu plano permaneça atualizado e reflita suas intenções atuais.

Passo 9: Comunique-se com sua família e beneficiários

Comunique-se abertamente com sua família e beneficiários sobre seus planos e desejos, para que eles estejam cientes de suas intenções e possam se preparar adequadamente. Isso também pode ajudar a evitar mal-entendidos e disputas futuras.

Passo 10: Consulte profissionais especializados

O planejamento patrimonial e sucessório pode ser complexo e envolver diversas áreas do direito e finanças. Por isso, é fundamental contar com a orientação de profissionais especializados, como advogados, contadores e consultores financeiros. Eles poderão ajudá-lo a criar um plano personalizado, de acordo com suas necessidades e objetivos específicos.

Consultoria de investimentos para aproximar você de seus objetivos. Comece agora!

Seguindo esses passos, você estará bem encaminhado para criar um planejamento patrimonial e sucessório eficiente e abrangente. Lembre-se de que este é um processo contínuo e que requer revisões regulares para garantir que seus desejos sejam respeitados e que seu patrimônio seja protegido.

Lembre-se: o texto acima é apenas um compilado de dicas que podem beneficiar o seu planejamento. Mas não deve ser tomado como guia de bolso. Para fazer de fato o seu planejamento, conte com profissionais reconhecidos em suas áreas, como advogados, contadores e consultores financeiros.

Gostou das dicas sobre planejamento patrimonial e sucessório? Deixe um comentário.

Quer conhecer mais sobre o meu trabalho e descobrir como a consultoria de investimentos pode ajudar na construção e preservação do seu patrimônio?

Mande uma mensagem pelo WhatsApp e vamos conversar!

Consultoria de investimentos


Lembre-se: rentabilidade passada não é garantia de retorno futuro. O desempenho dos fundos é líquido de taxas, mas não de impostos. O conteúdo deste blog tem o objetivo de educação financeira. Não tome decisões baseadas unicamente neste ou em qualquer texto. Faça a lição de casa, estude, questione, investigue e dê valor ao seu dinheiro.

Gustavo Heldt

Gustavo Heldt

Consultor associado da TRAAD Wiser Investor. Especialista em Investimentos e Finanças.

Me segue lá no Instagram 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie suas dúvidas :)