Onde investir 5 milhões de reais em 2022 (Guia Completo)

Gustavo Heldt

Se você quer aprender como investir 5 milhões de reais em 2022, chegou ao lugar certo.

Mas não espere uma receita de bolo ou fórmula mágica.

Daquele tipo que promete a multiplicação rápida do seu capital.

Ou que diz que você pode ganhar 1% ao mês para sempre.

Ou que finge que a bolsa vai subir sem solavancos, e que a renda fixa morreu.

Não, não

Aqui estamos em busca de conhecimento para tomar as melhores decisões.

Para proteger o seu investimento de 5 milhões de reais e levá-lo a um patamar com maior segurança, conforto e tranquilidade.

Para criar renda passiva, buscar retornos acima da média na renda variável e utilizar os melhores instrumentos financeiros nos seus investimentos.

Mas é bom lembrar: Investir com sabedoria é um desafio em qualquer momento. 

Em um ano de tantas incertezas e mudanças, então, essa missão exige ainda maior planejamento e assertividade.

Por isso, convido você a dar um passo firme nessa jornada de educação financeira.

Siga a leitura para descobrir como investir seus 5 milhões de reais em 2022, e como reforçar seu patrimônio para um futuro ainda mais tranquilo e confortável.

Onde investir 5 milhões de reais em 2022: por onde começar

Como vimos na introdução, investir 5 milhões de reais é um desafio em qualquer ano. 

E, em 2022, essa tarefa talvez seja ainda mais complicada.

Em 2020, a Selic, taxa básica de juros do Brasil, caiu ao seu menor patamar historicamente: 2% ao ano. Em dezembro de 2021, ela já se encontrava em 9,25%, com perspectiva de alta para 10,75% em fevereiro.

No Brasil, o IPCA, considerado o índice oficial de inflação do país, fechou o ano em torno de 10% (dados finais ainda não disponíveis na publicação deste texto).

O que isso tudo significa?

Que deixar dinheiro na poupança, no CDB 100% do CDI ou em praticamente qualquer investimento pós-fixado significou, em 2021, um retorno nominal positivo e um retorno real negativo.

E que dar um tiro errado agora pode custar muito caro ali na frente.

Nesse cenário, vale a pena planejar com cuidado onde investir seus 5 milhões.

Quanto rende investir 5 milhões de reais em 2022

Este é um exercício que deve ser considerado apenas como didática, ok? Vamos tentar entender quanto rende 5 milhões de reais investidos em uma classe ou aplicação única em 2022.

Você vai ver, ao longo das próximas linhas, que teremos que fazer uma série de simplificações, mas talvez ajude a ter uma ideia do que seu dinheiro pode trazer de retorno.

5 milhões de reais na poupança

Antes de pensar em quanto rende o investimento de 5 milhões de reais na poupança, por favor, lembre-se: nunca invista na poupança.

É um péssimo negócio.

Repita comigo.

Em qualquer cenário.

Em qualquer momento.

É um péssimo negócio investir na poupança.

Com a Selic abaixo de 8,5%, a caderneta oferece uma rentabilidade de 70% da Selic mais TR (zerada atualmente).

Então, com a Selic em 9,25% ao ano, a poupança pagaria 6,475% ao ano. 

Mas há um detalhe: quando a Selic chega a 8,5%, o formato de rentabilidade da poupança se altera, e ela passa a pagar 0,5% ao mês mais TR (zerada).

Ou seja, a partir desse patamar, quanto mais a Selic sobe, pior se torna a poupança como alternativa de investimento.

Hoje, se você investir 5 milhões de reais na poupança, vai receber R$ 25.000,00 por mês.

Só que a inflação vai “comer” toda essa rentabilidade, e você vai ter menor poder de compra depois de um ano do que tinha antes.

Ou seja, se é para deixar na poupança, melhor antecipar o consumo, porque o bem que você deseja comprar provavelmente estará menos acessível ao seu dinheiro depois desse investimento.

Parece loucura, não é mesmo?

Um aviso: a poupança não está sozinha nessa história.

A maioria dos investimentos pós-fixados estava perdendo da inflação em 2021.

Em 2022, isso vai mudar, mas não significa que você deva abandonar a busca por conhecimento de finanças e procurar investimentos mais interessantes.

5 milhões de reais no Tesouro Direto

O Tesouro Direto tem diferentes tipos de títulos à disposição. 

Quanto mais distantes os vencimentos, maiores tendem a ser as rentabilidades (e maiores as volatilidades para vendas antecipadas).

Para descobrir quanto você ganharia ao investir 5 milhões no Tesouro Direto, basta ir ao site oficial e verificar as taxas, os vencimentos e os tipos de rentabilidade à disposição.

Um detalhe importante: o Tesouro Direto permite o investimento máximo de 1 milhão de reais por investidor ao mês.

Ou seja, para investir 5 milhões, você teria que dividir os aportes em cinco meses.

Também poderia escolher um fundo de Tesouro Direto entre as diversas opções que existem no mercado.

Para  entender melhor quanto os títulos renderiam, você pode usar o simulador e visualizar o rendimento exato que teria com o título escolhido.

Em 7 de janeiro de 2022, o Tesouro Prefixado 2024 com vencimento em 1 de julhho de 2024 pagava um rendimento de 11,62% ao ano. 

Na simulação, já descontando o Imposto de Renda, de 15%, e taxa da B3, de 0,25% ao ano sobre o valor que excede R$ 10 mil, investir 5 milhões de reais nesse título resultaria R$ 6.270.133,4 no vencimento, em 1 de julho de 2024. 

Isso significa um retorno de aproximadamente R$ 42.337,78 líquidos ao mês.

Como você pode perceber, esse exercício envolve uma série de simplificações, mas serve para ter uma leve noção do que é possível fazer ao investir 5 milhões de reais.

De qualquer forma, vale a pena reiterar: essa não é uma recomendação de investimento, e sim um exercício educativo. 

Leia também: onde investir 1 milhão de reais.

5 milhões de reais em fundos imobiliários

Os fundos imobiliários distribuem 95% do seu lucro líquido.

Essa distribuição normalmente ocorre todo mês, e os rendimentos são isentos de Imposto de Renda para pessoas físicas.

Como há um enorme variedade de fundos, vamos ter que recorrer novamente a simplificações para tentar ajudar o leitor nas suas investigações sobre o investimento de 5 milhões de reais em 2022.

Com uma seleção de fundos imobiliários de diferentes tipos, pode-se imaginar um ganho superior a 8% ao ano em rendimentos livres de tributação.

Isso significa 8% ao ano de “aluguéis”, digamos, mas não inclui a possível valorização das cotas.

Nesse caso, investir 5 milhões de reais traria um retorno de 400 mil reais no ano, ou seja, R$ 33.333,33 por mês.

5 milhões de reais em ações de dividendos

Para descobrir quanto rende investir em ações de dividendos, vamos adotar uma lógica semelhante à do exercício anterior, que leva em consideração os rendimentos e deixa de lado a possível valorização dos ativos, ok?

Nesse caso, vamos nos concentrar em ações de empresas já sólidas e grandes distribuidoras de dividendos, como bancos e utilities.

Para ela, vamos tomar como base um dividend yield de 6% ao ano.

Nesse caso, 5 milhões de reais resultaria em 300 mil reais anuais (R$ 25.000 mensais) apenas em dividendos antes do Imposto de Renda, além da possível valorização dos papéis.

5 milhões de reais em fundos de ações

Agora, a lógica de dividendos e rendimentos fica de lado, e vamos nos concentrar na valorização das cotas dos fundos de ações.

Para isso, vamos usar dois exemplos de fundos bastante ganhadores na bolsa, o Real Investor e o Forpus Ações.

Forpus Ações

Em 2019, investir 5 milhões de reais no Forpus Ações FIC FIA daria um retorno de 57,41%, ou seja, R$ 2.870.500,00 (com o desconto de IR de 15%, o resultado líquido seria R$ 2.439.925).

Em 2020, o retorno seria de 15,74%, ou seja, R$ 787.000,00 (com o desconto de IR de 15%, o resultado líquido seria R$ 668.950,00).

Em 2021, o prejuízo do investimento de 5 milhões de reais seria de 24,12%, ou seja, R$ 1.206.000,00.

Real Investor

Em 2019, investir 5 milhões de reais no Real Investor FIA BDR Nível I daria um retorno de 58,15%, ou seja, R$ 2.907.500,00 (com o desconto de IR de 15%, o resultado líquido seria de R$ 2.471.285,00).

Em 2020, o retorno seria de 4,45%, ou seja, R$ 222.500,00 (com o desconto de IR de 15%, o resultado líquido seria de R$ 189.125,00).

Em 2021, o investimento de 5 milhões de reais traria um prejuízo de 5,22%, ou seja, R$ 261.000,00.

Embora estejamos falando de fundos bastante vencedores, lembre-se de que foram dois anos de resultados positivos do Ibovespa, ok? Reiteramos: não é uma recomendação de investimento.

Como investir 5 milhões de reais: passo a passo

A seguir, confira as principais dicas para investir 5 milhões de reais em 2022 para proteger e multiplicar seu patrimônio no longo prazo.

Mire o longo prazo

Independentemente da sua idade, das suas ideias e dos seus objetivos, encare o seu portfólio como uma estratégia de longo prazo, que permita alocações em diferentes ativos, vencimentos, rentabilidades e veículos financeiros.

Ou seja, mesmo que você deseje usar parte dos 5 milhões no curto prazo, essa ideia deve fazer parte do seu portfólio e precisa ser planejada para contar com a liquidez adequada.

Investigue seu perfil de investidor

Se você nunca investiu, talvez não conheça o seu perfil de investidor, mas é muito importante descobrir a sua tolerância ao risco e à volatilidade.

  • Conservador: quer preservar seu portfólio, evitar a volatilidade e se resguardar em ativos mais seguros
  • Moderado: aceita contar com certa volatilidade para uma parcela do seu portfólio
  • Sofisticado: conhece o mercado financeiro, compreende o risco x retorno de sua carteira e convive bem com uma volatilidade maior.

Essas são apenas simplificações. Aos poucos, com maior aprofundamento no universo dos investimentos, você vai desvendar a sua tolerância ao risco, compreender melhor o que significa volatilidade e saber como se situar nessa jornada.

Estude o mercado financeiro

Este primeiro passo, aqui neste texto, é essencial para investir melhor os 5 milhões de reais. 

Mas ele deve ser apenas o primeiro de muitos, a sua iniciação na jornada de investimentos.

Quanto mais você se aprofundar no assunto, melhor será a sua tomada de decisões no futuro.

Conceitos básicos sobre Selic, IPCA, juros compostos, funcionamento de renda fixa e variável, etc, devem começar a fazer parte do seu vocabulário.

Construa um portfólio balanceado

Um portfólio eficiente pode levar seus 5 milhões realmente longe, de forma a preservar e multiplicar o seu patrimônio.

Para isso, comece dividindo a sua carteira de investimentos em “caixinhas” de diferentes ativos e estratégias, como fundos de renda fixa, fundos multimercado, fundos de ações, imobiliários, entre outros.

Na primeira caixinha, a reserva de emergência: o investimento líquido de fácil resgate, com altíssima segurança e baixa volatilidade

Para essa parcela, que deve cobrir seu padrão de vida por 6 a 12 meses, você pode usar CDBs de liquidez diária, fundos de Tesouro Selic, fundos de renda fixa DI, fundos multimercado com foco em caixa, LCAs/LCIs de três meses, entre outros.

Para prazos mais longos, explore a renda variável, as diferentes classes de ativos e os melhores gestores do Brasil e do mundo com os fundos de investimento em ações, multimercado, fundos imobiliários, FIDCs e fundos de investimento em participações, entre outros.

Conte com assessoria especializada

Para tomar as melhores decisões, é importante conhecer em profundidade os produtos financeiros e as implicações das alocações.

Uma dica é conhecer o trabalho da DOC Investimentos, escritório vinculado ao BTG Pactual que oferece as melhores opções de investimento para quem busca proteger seu patrimônio no longo prazo, de olho em um futuro mais tranquilo e confortável.

Por lá, sou assessor e responsável pela área de fundos. Faço questão de ajudar os meus clientes a enfrentarem o período turbulento que se avizinha em 2022 com segurança e tranquilidade.

No fim das contas, o que vale não é acertar uma ação específica com perspectiva de alta, e sim construir um portfólio resiliente, com proteções, aplicações no exterior e os melhores gestores do mercado.

Não vai ser por muito tempo, mas por enquanto você consegue conversar diretamente comigo pelo Whats: 51999999098.

E então, já se sente mais preparado para investir seus 5 milhões de reais com maior segurança e rentabilidade? Se ficou com alguma dúvida, deixe um comentário.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Gustavo Heldt

Gustavo Heldt

Gustavo Heldt é jornalista, especialista em investimentos, assessor e entusiasta de bons fundos e gestores.

16 Thoughts

  1. Muito obrigado pela dicas não conheço nada de investimentos. Estou com uma sensação muito boa nas aposta q faço kkkk. Acho q em breve irei precisar desses conhecimento para investir meu dinheiro.

    1. Muito obrigado pelas dicas. Não conheço nada de investimentos. Estou com uma sensação muito boa nas aposta q faço kkkk. Acho q em breve bem breve mesmo irei precisar desses conhecimentos para investir meu dinheiro. Acho q meu perfil é conservador. E vou aplicar em vários fundos diferentes ativos e estratégias, como fundos de renda fixa, fundos multimercado, fundos de ações, imobiliários, entre outros.

  2. Parabéns pela didática excelente, sem complicações para pessoas que são leigas no assunto como eu.

  3. Gostei bastante, não tinha ideia como era difícil fazer aplicação no mercado de investimento financeiro. Acredito que agora, fica a sensação que precisamos ter um mínimo de conhecimento para aplicar dinheiro neste mercado tão oscilante! Obrigado pela grande orientação. Forte abraço.

  4. Obrigada me ajudou muito! Vou investir 5 milhões de reais e não entendo nada de investimentos e agora sei que tem pessoas para ajudar com isso.

  5. Gostaria de investir 10 milhões de reais e gostaria de saber quais são os melhores investimentos?

    1. Oi, Pamela! Tudo bom?

      Vamos lá.

      1) Eu partiria inicialmente para uma investigação sobre o teu cenário atual financeiro:

      A) Alguma dívida/financiamento caro?
      B) Algum descompasso entre tua renda e gastos atuais?
      C) Já tem reserva de emergência estabelecida?

      2) Depois tentaria entender o escopo dos investimentos:

      A) Algum prazo/objetivo específico para esse investimento?
      B) Alguma necessidade de liquidez em prazo específico?
      C) Qual sua tolerância/experiência em renda variável?
      D) Já tem outros investimentos atualmente?

      3) Depois de estabelecer premissas para os investimentos, eu dividiria a carteira em diferentes caixinhas (de liquidez, de volatilidade, por objetivo, etc)
      A) Reserva de emergência
      B) Renda fixa levando em consideração cenário atual (inflação começando a ceder e juros subindo)
      C) Fundos macro (tem alguns ótimos abertos agora, que navegam bem em cenários delicados como o atual)
      D) Fundos de ações long biased e long only BR (aqui dependendo muito do perfil de investidor e da tolerância à volatilidade, que deve ser elevada neste ano)
      E) Ativos em moeda forte (tipo ouro, dólar, fundos em dólar e emerging markets… percentual aqui vai depender bastante do percentual em risco BR)
      F) Talvez uma parte em carteira geradora de rendimentos mensais e periódicos, com fundos imobiliários (isentos de IR no rendimento mensal), fundos fechados de debêntures incentivadas (isentos de IR em ganho de capital e rendimento mensal) e crédito corporativo com juros semestrais (isentos de IR).

      4) Para me ajudar com a missão acima, eu entraria em contato com um assessor de investimentos ou consultor CVM. Esse tipo de profissional ajuda a entender os riscos, configurações e características de cada investimento e pode auxiliar na elaboração de uma carteira eficiente em termos de otimização de rentabilidade e tributação.

      Vou enviar a resposta acima para o seu email, e fico à disposição caso queira entender melhor como funciona o trabalho do assessor :))

      Meu whats: 051999999098

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie suas dúvidas :)