fbpx
INVESTIMENTO EM FUNDOS (400 x 200 px)

O que são ETFs e como usá-los para diversificar seu portfólio de investimentos?

Quer entender melhor o que são ETFs e como ingressar nesse universo de investimento?

Então, seja bem-vindo.

Os ETFs, aqui chamados também de fundos de índice, são alternativas excelentes para diversificação e composição de portfólio.

Nas próximas linhas, vamos entender o que são ETFs, como surgiram, como diversificar investimentos com eles e como encontrar os papéis listados aqui no Brasil.

Consultoria de investimentos

O que são ETFs?

Os fundos negociados em bolsa (ETFs) tornaram-se uma opção de investimento popular nos últimos anos.

Eles oferecem aos investidores a oportunidade de diversificar seus portfólios, reduzir riscos e potencialmente aumentar os retornos.

Neste artigo, exploraremos os fundamentos do investimento com ETFs, incluindo como eles funcionam e algumas dicas para começar.

Primeiro, vamos definir o que é um ETF.

De acordo com a autora best-seller e especialista em finanças pessoais Suze Orman, um ETF é um tipo de fundo de investimento que é negociado na bolsa de valores, assim como uma ação.

Ao contrário de um fundo tradicional, que é cotado uma vez por dia após o fechamento do mercado, os ETFs podem ser comprados e vendidos ao longo do dia como ações.

Um dos principais benefícios dos ETFs é sua diversificação.

Como os ETFs geralmente acompanham um índice, como o S&P 500, eles oferecem aos investidores exposição a uma ampla gama de ações ou outros ativos em um único investimento.

Isso pode ajudar a reduzir o risco, pois o desempenho de qualquer ação ou ativo não terá um impacto tão grande no valor geral do ETF.

Outra vantagem dos ETFs é seu baixo custo.

Ao contrário dos fundos geridos ativamente, que muitas vezes vêm com taxas e despesas elevadas, os ETFs são normalmente geridos de forma passiva, o que significa que são concebidos para acompanhar o desempenho de um índice em vez de tentar superá-lo.

Isso significa que os investidores podem aproveitar os benefícios da diversificação sem incorrer em altos custos.

Então, como você pode começar a investir em ETFs? Um dos primeiros passos é educar-se sobre os diferentes tipos de ETFs disponíveis e os riscos e potenciais recompensas associados a cada um.

Depois de entender bem as diferentes opções de ETF, a próxima etapa é determinar suas metas de investimento e tolerância ao risco. Você está procurando crescimento de longo prazo, renda ou uma combinação de ambos?

Quanta volatilidade você está disposto a aceitar em seus investimentos? Responder a essas perguntas ajudará você a escolher os ETFs certos para o seu portfólio.

Também é importante considerar as taxas e despesas associadas aos ETFs. Como mencionado anteriormente, os ETFs são geralmente conhecidos por seus baixos custos, mas ainda é importante comparar taxas e despesas entre diferentes ETFs para garantir que você obtenha o melhor valor pelo seu dinheiro.

Finalmente, é sempre uma boa ideia buscar um consultor financeiro ou profissional antes de tomar qualquer decisão de investimento.

Um consultor financeiro pode ajudá-lo a entender as diferentes opções de ETF e como elas se encaixam em sua estratégia geral de investimento.

> Leia também: ETF ou fundo de ações: qual a diferença entre eles?

Quem inventou os ETFs?

Os fundos negociados em bolsa (ETFs) foram inventados por Nathan Most e Steven Bloom em 1993. 

Eles trabalhavam para a Bolsa de Valores americana na época, e a ideia deles para os ETFs era criar um tipo de fundo de investimento que negociasse em uma bolsa de valores como uma ação, permitindo que os investidores comprem e vendam ao longo do dia. 

O primeiro ETF, conhecido como SPDR S&P 500 ETF (SPY), foi lançado em 22 de janeiro de 1993. 

Ele acompanhou o desempenho do índice S&P 500 e rapidamente se tornou uma opção de investimento popular, abrindo caminho para a proliferação de ETFs que vemos hoje.

7 benefícios de investir em ETFs

Descubra abaixo quais são as principais vantagens de investir em ETFs:

  1. Diversificação: os ETFs fornecem aos investidores exposição a uma ampla gama de ações ou outros ativos em um único investimento, o que pode ajudar a reduzir o risco ao distribuí-lo por várias participações.
  2. Acessibilidade: os ETFs geralmente são gerenciados passivamente, o que significa que são projetados para acompanhar o desempenho de um índice em vez de tentar superá-lo. Isso significa que os investidores podem aproveitar os benefícios da diversificação sem incorrer em altos custos.
  3. Liquidez: como os ETFs são negociados em uma bolsa de valores, eles podem ser comprados e vendidos ao longo do dia como ações. Isso torna mais fácil para os investidores comprar e vender ETFs de forma rápida e fácil, conforme necessário.
  4. Gestão profissional: os ETFs são administrados por gestores de fundos profissionais, o que significa que os investidores não precisam se preocupar em pesquisar e selecionar ações ou ativos individuais.
  5. Eficiência fiscal: os ETFs costumam ter distribuições de ganhos de capital mais baixas do que os fundos mútuos tradicionais, o que pode torná-los mais eficientes em termos fiscais para os investidores.
  6. Transparência: os ETFs são obrigados a divulgar suas participações diariamente, o que significa que os investidores podem ver exatamente no que estão investindo e como está o desempenho de seus investimentos.
  7. Personalização: Com uma ampla gama de ETFs disponíveis, os investidores podem escolher entre uma variedade de opções para atender às suas metas de investimento e tolerância ao risco. Isso permite maior flexibilidade e personalização na criação de um portfólio de investimentos completo.

> Leia também: ETFs e a eficiência de mercado: qual é a relação?

Possíveis desvantagens dos ETFs

A seguir, confira algumas das possíveis desvantagens de investir por meio de ETFs:

  • Risco de mercado: Como qualquer investimento, os ETFs estão sujeitos ao risco de mercado. Isso significa que o valor de um ETF pode subir ou descer com base no desempenho das ações ou ativos subjacentes que ele possui.
  • Erro de rastreamento: os ETFs são projetados para rastrear o desempenho de um índice específico, mas nem sempre correspondem exatamente ao índice. Isso é conhecido como erro de rastreamento e pode resultar em baixo desempenho em relação ao índice.
  • Risco de contraparte: os ETFs normalmente usam derivativos, como contratos futuros, para obter exposição aos ativos subjacentes no índice que acompanham. Isso significa que existe o risco de que a contraparte desses derivativos não consiga cumprir suas obrigações, o que pode levar a perdas para o ETF.
  • Falta de controle: como os ETFs são gerenciados profissionalmente, os investidores têm pouco ou nenhum controle sobre as ações ou ativos específicos incluídos no ETF. Isso pode tornar difícil para os investidores alinhar seus investimentos com seus valores ou crenças pessoais.

Consultoria de investimentos

Diversifique seu portfólio com ETFs

Se você busca entender melhor o que são ETFs, também deve se interessar por um de seus principais benefícios: a diversificação. 

Como os ETFs geralmente acompanham um índice, como o S&P 500, eles oferecem aos investidores exposição a uma ampla gama de ações ou outros ativos em um único investimento. 

Isso pode ajudar a reduzir o risco, pois o desempenho de qualquer ação ou ativo não terá um impacto tão grande no valor geral do ETF.

Então, como você pode investir em ETFs para diversificar seu portfólio? Um dos primeiros passos é educar-se sobre os diferentes tipos de ETFs disponíveis e os riscos e potenciais recompensas associados a cada um. 

Warren Buffet, um dos investidores mais bem-sucedidos de todos os tempos, aconselha os investidores a “nunca investir em um negócio que você não consegue entender”. Isso também se aplica aos ETFs.

Depois de entender bem as diferentes opções de ETF, a próxima etapa é determinar suas metas de investimento e tolerância ao risco.

Você está procurando crescimento de longo prazo, renda ou uma combinação de ambos? Quanta volatilidade você está disposto a aceitar em seus investimentos?

Responder a essas perguntas ajudará você a escolher os ETFs certos para o seu portfólio.

Também é importante considerar as taxas e despesas associadas aos ETFs. 

Como mencionado anteriormente, os ETFs são geralmente conhecidos por seus baixos custos, mas ainda é importante comparar taxas e despesas entre diferentes ETFs para garantir que você obtenha o melhor valor pelo seu dinheiro.

Depois de identificar os ETFs certos para o seu portfólio, o próximo passo é decidir quanto investir

Como em qualquer investimento, é importante criar um portfólio equilibrado que inclua uma mistura de diferentes classes de ativos, como ações, títulos e dinheiro. Isso ajudará a diversificar ainda mais seus investimentos e reduzir o risco.

Finalmente, é sempre uma boa ideia ter um consultor de investimentos antes de tomar qualquer decisão. 

Ele pode ajudá-lo a entender as diferentes opções de ETF e como elas se encaixam em sua estratégia geral de investimento.

Consultoria de investimentos para aproximar você de seus objetivos. Comece agora!

ETFs listados no Brasil

Na B3, há dezenas de ETFs atualmente listados e disponíveis. Você pode investir em ETFs atrelados a índices acionários de outros países, a setores e a teses específicas de investimento.

No site da B3, há uma relação completa com todos os ETFs de renda variável, os tickers respectivos e os investimentos atrelados a cada um.

E aí, o que achou de conhecer melhor os ETFs? Deixe seu comentário.

Quer conhecer mais sobre o meu trabalho e descobrir como a consultoria de investimentos pode ajudar na construção e preservação do seu patrimônio?

Mande uma mensagem pelo WhatsApp e vamos conversar!

Consultoria de investimentos


Lembre-se: rentabilidade passada não é garantia de retorno futuro. O desempenho dos fundos é líquido de taxas, mas não de impostos. O conteúdo deste blog tem o objetivo de educação financeira. Não tome decisões baseadas unicamente neste ou em qualquer texto. Faça a lição de casa, estude, questione, investigue e dê valor ao seu dinheiro.

Picture of Gustavo Heldt

Gustavo Heldt

Consultor associado da TRAAD Wiser Investor. Especialista em Investimentos e Finanças.

Me segue lá no Instagram 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie suas dúvidas :)