Melhores fundos de investimento no exterior: invista sem sair do Brasil

Gustavo Heldt

Alguns dos melhores fundos de investimento no exterior já estão à disposição para investimento sem sair do Brasil.

Então, para quem não quer abrir conta lá fora e se preocupar com a contabilidade no exterior, vale a pena conhecer as alternativas às quais o investidor qualificado tem acesso por aqui.

Você vai se surpreender: gestores como Howard Marks, Ray Dalio, Bill Ackman, Mark Mobius e Terry Smith estão na lista.

Ficou interessado? Então siga a leitura para desbravar os melhores fundos de investimento no exterior — sem sair do Brasil.

Melhores fundos de investimento no exterior já estão disponíveis no Brasil

Você pode investir, aqui mesmo do Brasil, em alguns dos melhores fundos de investimento no exterior e elevar o nível de diversificação do seu portfólio. 

Estou falando de produtos constituídos por gestoras globais renomadas, como Pimco, Fundsmith, Mobius, Pictet, dentre outras. 

Mas será que vale a pena? 

A resposta é sim.

Principalmente considerando os níveis de incertezas no Brasil, tanto no contexto econômico quanto político. 

Mesmo que você tenha uma carteira bem diversificada em renda fixa e variável, um pouco de exposição internacional anula parte do risco Brasil dos seus investimentos. 

A correlação negativa do dólar com a nossa bolsa faz sentido para qualquer um que busca um portfólio mais eficiente.

Com os melhores fundos de investimento no exterior, você pode acessar ótimos ativos estrangeiros, com ou sem proteção cambial, sem precisar enviar dinheiro para fora do país.  

5 bons fundos de investimento no exterior

Para ajudar você na pesquisa sobre os melhores fundos de investimento no exterior, preparei uma lista com 5 bons fundos que vale a pena conferir. 

Lembre-se: não são indicações de investimento, e sim um convite à educação financeira.

Fundsmith

O Fundsmith GE BTG Pactual ACS FIA IE é um fundo do BTG Pactual que investe em cotas do Fundsmith Global Equity, da gestora britânica Fundsmith, fundada por Terry Smith.

O fundo tem histórico superior a 10 anos e retorno anualizado superior a 18% a.a.

Retornos passados, claro, não são garantia de rentabilidade futura.

Lançado na plataforma do BTG Pactual em 2021, o fundo está disponível nas versões com e sem proteção cambial. 

O fundo investido (da gestora Fundsmith) busca para o portfólio empresas sólidas, de alta qualidade e com boas vantagens competitivas.

O gestor Terry Smith segue o princípio buy and hold e é conhecido como o “Warren Buffett Inglês”.

Mobius Emerging Markets

O fundo Mobius Emerging Markets IE FIM é uma boa alternativa para quem está em busca de exposição a mercados estrangeiros emergentes, como Índia, China, Coreia do Sul e Brasil. 

Disponível no BTG Pactual, o fundo investe em um outro fundo sediado em Luxemburgo (o Mobius Emerging Markets Fund), do renomado gestor Mark Mobius.

Conhecido como guru dos emergentes, Mark Mobius seleciona empresas de médio porte, com alto potencial de crescimento e que priorizam negócios alinhados aos princípios ESG.

O fundo tem exposição cambial.

AQR

O fundo AQR Long-Biased Equities IE FIC, da gestora americana AQR, chegou à plataforma do BTG Pactual no início de 2020. 

Os cotistas podem se expor a um dos maiores fundos quantitativos do mundo por meio do BTGP AQR Long-Biased Equities IE FIC FIC MM.

Com um portfólio altamente diversificado, o fundo utiliza a estratégia Long & Short e possui hedge cambial.

Pictet

É possível investir, sem sair do Brasil, também no fundo Pictet Global Megatrend Selection IE FIC MM, da gestora suíça Pictet.

Trata-se de um fundo temático, que baseia sua tese em setores como energia limpa, biotecnologia, robótica, saúde, dentre outras. 

Busca principalmente oportunidades no longo prazo, por meio da antecipação de grandes tendências mundiais. 

Por aqui, há a versão com e sem hedge cambial.

Pimco

Para quem busca opções de renda fixa global, o fundo Pimco Income FIC FIM IE, da gestora americana Pimco, é uma opção.  

Todo processo de seleção de ativos é definido a partir de um cenário macro e sem correlação com o Brasil. 

Constituída em 1971 na Califórnia, a Pimco é uma das principais gestoras de investimentos em renda fixa do mundo.

Por aqui, temos a versão com e sem hedge cambial.

Como encontrar os melhores fundos de investimento no exterior

Selecionar os melhores fundos de investimento no exterior é uma tarefa que demanda estudo e muita pesquisa.

O primeiro passo você já está dando, que é essa busca por conhecimento.

Você está convidado a acessar outros posts do blog para entender ainda mais desse universo fascinante dos fundos de investimento.

O segundo passo normalmente seria o de assinar o relatório de uma research que analise fundos, como a Nord e a Spiti, das quais sou fã.

Mas muitos dos fundos que citamos aqui são bastante recentes em cenário nacional e ainda vão ser analisados com calma pela galera do research.

Para ficar por dentro de bons gestores com estratégias internacionais e entender melhor o que faz cada um dos fundos, converse comigo pelo Whats 🙂

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Gustavo Heldt

Gustavo Heldt

Gustavo Heldt é jornalista, especialista em investimentos, assessor e entusiasta de bons fundos e gestores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie suas dúvidas :)