fbpx
INVESTIMENTO EM FUNDOS (400 x 200 px)

Gestão de riscos nos investimentos: como fazer o gerenciamento do seu portfólio?

A gestão de risco nos investimentos é um dos temas que pode fazer grande diferença na saúde do seu patrimônio.

Acontece que montar um portfólio sem estratégia pode levar a decisões que talvez você preferisse não ter feito. 

Mas não se preocupe, pois não é tão complicado quanto parece. 

Este artigo é seu guia para entender melhor como proteger seus investimentos de forma inteligente. 

Vamos mostrar que é perfeitamente possível equilibrar risco e retorno com algumas estratégias chave. 

Se você está buscando maneiras de fazer seu dinheiro crescer com segurança, está no lugar certo. 

Acompanhe e veja como a gestão de risco pode ser uma ferramenta valiosa para qualquer investidor.

Consultoria de investimentos

O que é gestão de risco nos investimentos?

Quando falamos sobre gestão de risco em investimentos, estamos basicamente alertando sobre como não colocar todos os ovos na mesma cesta, mas de um jeito mais sofisticado. 

É um conjunto de estratégias que investidores usam para entender melhor quais são os perigos que podem encontrar pela frente e como evitar que eles prejudiquem seus investimentos.

A ideia é medir quão arriscado um investimento pode ser e, então, decidir se vale a pena correr esse risco, ou como fazer para diminuí-lo. 

Simples, não é?

Agora, se você já tem um bom patrimônio, entender de gestão de risco fica ainda mais importante. 

Não é apenas sobre proteger o que você tem, mas também sobre garantir que seu patrimônio possa crescer de forma segura. 

Quando se tem mais a perder, as decisões precisam ser mais calculadas. 

Por isso, para investidores de alto patrimônio, conhecer e aplicar boas práticas de gestão de risco não é só uma boa ideia: é uma necessidade. 

Isso ajuda a manter o patrimônio sólido enquanto busca por novas oportunidades de fazer seu dinheiro trabalhar para você.

> Leia também: Como investir meu dinheiro de forma segura e rentável?

Como funciona o gerenciamento de riscos em investimentos?

Gerenciar riscos em investimentos é como ajustar o volume do seu aparelho de som: você quer a música na altura certa, nem muito alta para não incomodar, nem tão baixa que você não consiga ouvir. 

Na gestão de risco, o objetivo é ajustar seus investimentos para que o risco esteja sempre no nível que você se sente confortável. 

Isso envolve uma série de passos e decisões inteligentes, focando sempre em equilibrar as coisas para não ter surpresas desagradáveis com o seu dinheiro. 

Não é só sobre evitar perder dinheiro, mas também sobre fazer escolhas que façam sentido para os seus objetivos financeiros e para o quanto de oscilação você consegue tolerar na sua carteira de investimentos.

O objetivo dessa estratégia é, no fim das contas, fazer com que você durma tranquilo, sabendo que seus investimentos estão alinhados com o que você espera do futuro. 

É super importante porque ajuda a proteger seu patrimônio contra tempestades inesperadas no mercado, ao mesmo tempo que procura oportunidades para que esse patrimônio cresça de forma segura. 

Entender e aplicar a gestão de risco significa ter controle sobre seus investimentos, garantindo que eles trabalhem para você da maneira mais eficiente possível.

Tipos de riscos nos investimentos

Quando se trata de investimentos, existem vários tipos de riscos batendo à porta. 

Aqui vamos dar uma olhada em alguns dos principais:

  • Risco de mercado: imagine que o mercado financeiro é uma montanha-russa. O risco de mercado é basicamente isso: as subidas e descidas que podem fazer o valor dos seus investimentos mudar rapidinho. Se o mercado vai bem, seus investimentos provavelmente também vão. Mas se o mercado tiver um dia ruim, seus investimentos podem sentir o impacto
  • Risco de crédito: esse risco aparece quando você empresta seu dinheiro a alguém, como ao comprar títulos de dívida, e fica na torcida para que eles paguem de volta. O risco de crédito é a possibilidade de o emissor do título não cumprir com suas obrigações financeiras, ou seja, não pagar o que deve, o que pode deixar você a ver navios
  • Risco de liquidez: sabe quando você tenta vender algo rápido, mas não consegue achar comprador pelo preço que quer? Isso é o risco de liquidez. No mundo dos investimentos, significa ter dificuldade de converter seus ativos em dinheiro sem ter que vender a preço de banana
  • Riscos operacionais: esse é o tipo de risco que vem de dentro da própria empresa ou sistema em que você investiu. Pode ser qualquer coisa, desde uma falha de segurança até um erro humano, que acaba bagunçando com o valor do seu investimento. É como um gol contra que ninguém esperava
  • Riscos geopolíticos: o mundo é um lugar grande, e o que acontece em um canto pode reverberar no outro. Riscos geopolíticos são as incertezas que surgem de eventos políticos e econômicos ao redor do globo, como eleições, guerras ou sanções econômicas, que podem mexer com os mercados e, por tabela, com seus investimentos.

Cada um desses riscos tem seu próprio jeito de influenciar seus investimentos. 

Estar ciente deles é o primeiro passo para gerenciar seu portfólio de forma inteligente, mantendo o equilíbrio entre buscar bons retornos e não deixar seu patrimônio em risco.

Consultoria de investimentos

Principais estratégias de gestão de risco ao investir

Na hora de gerenciar os riscos dos seus investimentos, existem algumas estratégias que você pode usar. 

Cada uma delas tem seu lugar na caixa de ferramentas de um investidor inteligente, ajudando a navegar pelo mar agitado dos mercados financeiros com um pouco mais de tranquilidade.

Vamos dar uma olhada nelas.

Diversificação de portfólio

Diversificar é como não apostar tudo em um único número na roleta. 

Ao espalhar seus investimentos por diferentes tipos de ativos, como ações, títulos e imóveis, você reduz o risco de perder tudo se uma área não for tão bem. 

A beleza da diversificação é que, mesmo se uma parte do seu portfólio não estiver indo bem, outras podem estar compensando.

Rebalanceamento regular do portfólio

Depois de diversificar, não é só deixar rolar. 

O mercado muda, e o que era uma boa distribuição de ativos ontem pode não ser hoje. 

Rebalancear seu portfólio regularmente ajuda a manter seu nível de risco onde você quer que ele esteja. 

Isso significa ajustar suas alocações de investimento para voltar à sua estratégia inicial, garantindo que você não fique muito exposto a riscos indesejados.

Uso de derivativos para hedging

Derivativos, como opções e futuros, podem soar complicados, mas são basicamente contratos que podem ajudar a proteger seus investimentos contra movimentos indesejados do mercado. 

Por exemplo, se você acha que o preço de algo que você investiu vai cair, pode usar derivativos para “travar” um preço de venda futuro, protegendo-se contra essa possível queda. 

É uma maneira de colocar uma rede de segurança sob seus investimentos mais arriscados.

> Leia também: Factor investing: conheça essa estratégia de investimento.

O papel da consultoria de investimentos na gestão de riscos

No universo dos investimentos, ter alguém ao seu lado que realmente entende do riscado pode fazer toda a diferença. 

É aí que entra a consultoria de investimentos, um serviço fundamental na gestão de riscos.

Cada investidor é único, com seus próprios sonhos, medos e objetivos financeiros. 

Consultores de investimento são como personal trainers financeiros, ajudando a avaliar sua tolerância a riscos e expectativas de retorno. 

Eles conversam, ouvem e analisam para entender exatamente onde você se encaixa no espectro do risco. 

Isso é importante porque, ao conhecer seu perfil de risco, as decisões de investimento podem ser feitas de forma mais alinhada com o que você está confortável em arriscar e o que espera alcançar.

Uma vez que seu perfil de risco está claro, os consultores vão além, elaborando estratégias de investimento feitas sob medida para você. 

Eles levam em conta não só o quanto de risco você pode tolerar, mas também seus objetivos de longo prazo, seja comprar uma casa, garantir uma aposentadoria tranquila ou financiar a educação dos filhos. 

Com um plano personalizado, elaborado por um consultor de investimentos, você tem uma rota clara a seguir, equipada com as melhores práticas para gerenciar riscos e aproveitar oportunidades de forma equilibrada.

Consultoria de investimentos para aproximar você de seus objetivos. Comece agora!

Quer conhecer mais sobre o meu trabalho e descobrir como a consultoria de investimentos pode ajudar na construção e preservação do seu patrimônio?

Mande uma mensagem pelo WhatsApp e vamos conversar!

Consultoria de investimentos


Lembre-se: rentabilidade passada não é garantia de retorno futuro. O desempenho dos fundos é líquido de taxas, mas não de impostos. O conteúdo deste blog tem o objetivo de educação financeira. Não tome decisões baseadas unicamente neste ou em qualquer texto. Faça a lição de casa, estude, questione, investigue e dê valor ao seu dinheiro.

Picture of Gustavo Heldt

Gustavo Heldt

Consultor associado da TRAAD Wiser Investor. Especialista em Investimentos e Finanças.

Me segue lá no Instagram 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie suas dúvidas :)