O que são fundos de fundos imobiliários: tire suas dúvidas

Gustavo Heldt

Não sabe o que são fundos de fundos imobiliários?

Então, este artigo é para você.

Os fundos de fundos imobiliários são investimentos que permitem ao investidor ter acesso a vários fundos ao mesmo tempo, em uma aplicação única.

Entre as vantagens, ganham destaque a diversificação da carteira e a minimização de riscos e custos.

Mas antes de investir, você precisa saber o que são fundos de fundos imobiliários e como funcionam.

É o que você vai descobrir neste guia. Siga com a leitura.

O que são fundos de fundos imobiliários

Fundos de fundos imobiliários são uma modalidade de investimentos que reúne vários fundos em uma única aplicação.

Na prática, a aplicação do patrimônio do fundo é feita em outros fundos e ativos do mercado imobiliário, como papéis dos setores de construção civil e de aluguéis, por exemplo.

Dessa forma, o investidor tem acesso a vários fundo ao mesmo tempo, de forma prática e, normalmente, mais acessível.

Portanto, além da vantagem financeira, a aplicação é uma excelente forma de diversificar a carteira, minimizando os riscos de perdas.

Vantagens dos fundos de fundos imobiliários

Agora que você já sabe o que são fundos de fundos imobiliários, é válido conhecer as vantagens desse tipo de aplicação. É o que você vai descobrir na sequência:

1. Diversificação da carteira

Como você acabou de descobrir, é possível diversificar a carteira porque o investimento é feito em vários fundos e ativos do mercado imobiliário ao mesmo tempo.

Em termos práticos, o investidor tem acesso a uma carteira que combina diferentes estratégias, uma vez que cada fundo possui uma gestão e composição únicas. 

E, quando falamos em investimentos, diversificação é um fator básico para alcançar boa rentabilidade.

2. Minimização de riscos

Consequência da diversificação da carteira é a minimização de riscos relativos ao investimento. 

Essa redução é possível graças à compensação de perdas que um fundo garante ao outro.

Em outras palavras, mesmo que um fundo apresente perdas, os demais fundos da carteira podem compensar o impacto negativo. 

Logo, de modo geral, as chances de você perder dinheiro são menores do que se investisse em um único fundo.

3. Redução de custos

Outra possível vantagem é a redução de custos ao investir em fundos de fundos imobiliários.

Se você fosse investir em cada fundo separadamente, provavelmente os custos seriam maiores.

Esse item não é uma regra e, por isso, vale a pena conferir de perto as taxas cobradas.

4. Isenção de IR sobre rendimentos

Também vale pontuar que os rendimentos (parcelas do lucro distribuídas entre os cotistas) não têm incidência de Imposto de Renda.

Esse é um dos principais benefícios da aplicação, já que a rentabilidade aumenta com a isenção do tributo.

Regras dos fundos de fundos imobiliários

Depois de conferir as vantagens dos fundos de fundos imobiliários, avalie as regras da modalidade para não cometer erros ao investir:

Gestão profissional

Nos fundos de fundos imobiliários, a alocação do patrimônio é feita por um gestor profissional.

O gestor deve seguir a estratégia de investimento do fundo disposta no regulamento.

Assim, se o fundo não permite alavancagem, por exemplo, você tem a garantia de que essa técnica não será aplicada.

Por isso, o investidor não tem autonomia para definir a composição da carteira ou a estratégia adotada.

Mas não se trata de uma desvantagem. Pelo contrário.

A gestão profissional aumenta a assertividade da estratégia e permite que até mesmo iniciantes façam aplicações financeiras.

Pagamento de taxas

O pagamento de taxas é outra regra dos fundos de fundos imobiliárias.

Elas são cobradas pela instituição financeira que oferece o fundo e variam de acordo com a aplicação.

Portanto, ao ingressar em um fundo, tenha em mente que você deverá pagar taxa de administração e, possivelmente, de performance. 

Distribuição de lucros

Quanto à distribuição de lucros, os fundos de fundos imobiliários destinam pelo menos 95% dos lucros aos investidores mensalmente. 

Os rendimentos que cada investidor recebe variam conforme o número de cotas que ele possui. 

Assim, quanto mais cotas você detém, maiores serão os rendimentos que vai receber.

Tributação sobre ganhos de capital

Apesar da isenção de Imposto de Renda sobre os rendimentos, há cobrança do imposto sobre os ganhos de capital.

Toda vez que o investidor vende cotas e obtém lucro a partir da operação, deve pagar uma alíquota fixa de 20% sobre os ganhos.

O pagamento da alíquota deve ser feito em todos os meses em que houver o ganho de capital, portanto.

E aí, entendeu o que são fundos de fundos imobiliários, vantagens e regras da modalidade?

Agora você já pode investir com segurança e escolher o fundo de fundo imobiliário ideal para o seu perfil.

Se você gostou das dicas do artigo, compartilhe e deixe um comentário abaixo. E não esqueça de conferir nossos outros posts sobre fundos de investimento em ações, multimercado e renda fixa.

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Gustavo Heldt

Gustavo Heldt

Gustavo Heldt é jornalista, especialista em investimentos, assessor e entusiasta de bons fundos e gestores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie suas dúvidas :)