O que é um fundo quantitativo e como funciona

Gustavo Heldt

Afinal, o que é um fundo quantitativo?

Apesar de ainda ser novo no Brasil, esse tipo de fundo tem ganhado destaque devido a uma estratégia que conta com inteligência artificial na gestão do portfólio.

Na modalidade, as decisões de investimento são fundamentadas em grandes quantidades de dados, cruzamentos de informações do passado e projeções dos números para o futuro. Parece confuso?

Então siga com a leitura do artigo e descubra o que é um fundo quantitativo a partir das suas características de funcionamento e confira algumas opções disponíveis no mercado.

O que é fundo quantitativo

Um fundo quantitativo é um fundo de investimento em que as decisões são feitas de forma quantitativa, com ajuda de alto processamento de dados.

Nesse tipo de fundo, são usados sistemas com inteligência artificial e algoritmos que buscam identificar preços de ativos no mercado financeiro a fim de identificar boas oportunidades de compra e venda e gerar lucros ao investidor.

O fundo quantitativo, portanto, é diferente de outros fundos oferecidos no mercado.

Enquanto um fundo comum tem suas decisões baseadas em análises feitas por humanos, o fundo quantitativo se baseia na tecnologia.

Como funciona um fundo quantitativo

Para compreender melhor o que é um fundo quantitativo, confira os tópicos abaixo com as principais características do seu funcionamento:

1. Usa estratégia quantitativa

Conforme mencionamos, a estratégia usada nesse tipo de fundo é quantitativa.

Na prática, quer dizer que toda compra e venda de ativos provém de uma fundamentação em números.

O que os algoritmos e sistemas fazem é analisar dados do mercado a fim de encontrar padrões nos preços dos ativos.

Uma vez identificado o padrão, são feitos testes para validar a estratégia até que ela seja colocada em prática.

2. Possui classificações

Os fundos quantitativos são classificados em três sistemas, que diferem quanto ao funcionamento:

Sistema contínuo

No sistema contínuo, a automatização observa os números do mercado de forma contínua.

Sistema intradiário puro

No sistema intradiário puro, o sistema opera conforme o horário de mercado.

Todas as posições são fechadas de maneira prévia, antes do fechamento oficial do mercado.

Sistema intradiário contínuo

No sistema intradiário contínuo, por sua vez, o sistema não fecha necessariamente as operações conforme o horário de mercado.

Mas as operações seguem uma estratégia programada.

3. Usa arbitragem

Geralmente, os fundos quantitativos realizam arbitragem.

Trata-se do processo de distorções de preços de ativos para comprar e vender por um valor maior e lucrar com a operação.

Nesse caso, o diferencial do fundo quantitativo é a capacidade dos sistemas em identificar as oportunidades rapidamente, no timing certo para que a operação seja realizada com sucesso.

Medallion, um dos mais famosos fundos quantitativos

Entre os fundos quantitativos mais famosos do mundo, está o Medallion Fund.

Trata-se de um fundo hedge do grupo Renaissance Technologies, fundado em 1988 por Jim Simons.

Ele mesmo é o gestor do fundo e se transformou, nos últimos anos, em um símbolo do poder desse tipo de estratégia.

A gestão tem como foco a aplicação de métodos quantitativos, data science e machine learning aplicados ao mercado financeiro para desenvolver a estratégia e compor o portfólio.

A mentalidade de dados é comprovada pela formação da equipe: matemáticos e astrofísicos são alguns dos profissionais mais buscados.

Já o fundo é reconhecido por ser um dos mais rentáveis da história em Wall Street.

Em 2020, por exemplo, enquanto investidores no geral tiveram perdas devido à crise global do coronavírus, o Medallion cresceu 24% até 14 de abril, de acordo com dados publicados em um artigo no jornal The Wall Street Journal.

Apesar da rentabilidade surpreendente, vale mencionar que o fundo Medallion é bastante exclusivo: só é aberto a colaboradores, ex-funcionários e pessoas próximas ao grupo.

E o que acontece de fato lá dentro dessa black box ninguém sabe.

Existem fundos quantitativos no Brasil?

Sim, existem fundos quantitativos no Brasil. Mas eles chegaram ao país recentemente.

Existem três principais gestoras que apostam de forma integral nesse tipo de fundo: Kadima, Giant Steps Capital e Murano.

Entre os fundos, ganha destaque o Kadima Equities FIC FIA, lançado pela Kadima em 2010.

Esse fundo foi pioneiro na aplicação da estratégia quantitativa no Brasil, investe maioritariamente em ações e tem taxa de administração de 1,35% ao ano.

Outro destaque no mercado brasileiro é o Giant Zarathustra FIC FIM, gerido pela Giant Steps Capital.

Trata-se de um fundo multimercado que tem como objetivo uma volatilidade de 15% ao ano, o que é indicado para investidores com perfil arrojado.

Vale pontuar que fundo tem uma taxa de administração de 1% ao ano e requer aplicação inicial mínima de R$ 10 mil.

E aí, entendeu o que é um fundo quantitativo e como funciona na prática?

Se você ficou interessado, compare os fundos do mercado e avalie qual deles tem maior alinhamento com o seu perfil. Neste blog, já falamos sobre alguns fundos de ações que merecem a sua atenção, como Alaska, Forpus, Equitas Selection, Constellation, Guepardo, entre outros.

Compartilhe este artigo se as dicas foram úteis e siga acompanhando outros conteúdos sobre investimentos aqui no blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *