fbpx
INVESTIMENTO EM FUNDOS (400 x 200 px)

Fundo de investimento é renda fixa ou variável? Entenda antes de investir

Quando se pergunta se um fundo de investimento é renda fixa ou variável, estamos tocando em um dos conceitos fundamentais do mundo dos investimentos. 

Fundos são como grandes cestas onde diversos investidores depositam seu dinheiro. 

Esse montante coletivo é então aplicado em diferentes tipos de ativos financeiros, de acordo com a estratégia definida pelo gestor do fundo

Entender a diferença entre renda fixa e variável é essencial para saber em que terreno você está pisando. 

Enquanto a renda fixa oferece um retorno mais previsível e, geralmente, menor risco, a renda variável pode trazer retornos mais altos, mas com uma dose maior de incerteza. 

Dominar o tema, então, é necessário para tomar decisões de investimento alinhadas com seus objetivos financeiros e seu perfil de risco. 

É sobre isso que vamos falar agora, esclarecendo se fundo de investimento é renda fixa ou variável e como montar o melhor portfólio.

Consultoria de investimentos

Fundo de investimento é renda fixa ou variável?

Fundo de investimento é renda fixa e variável. Sim, pode ser ambos.

Os fundos de investimento são como grandes sacolas que podem conter vários tipos de investimentos, sejam eles de renda fixa, renda variável ou uma mistura dos dois. 

A escolha depende do objetivo do fundo e da estratégia do gestor.

Esse tipo de ativo funciona juntando recursos de vários investidores

O valor então é gerenciado por profissionais, que decidem onde investir para tentar obter o melhor retorno possível. 

Eles podem fazer aportes em ações, títulos de dívida, imóveis e até em outros fundos

O legal é que você, como investidor, compra cotas desse fundo, o que significa uma parte de tudo o que está dentro da sacola. 

E isso te dá acesso a investimentos que talvez não conseguisse sozinho, além de ser uma maneira de diversificar seus investimentos.

> Leia também: Fundo de investimento vale a pena? Quando, como e por quê?

O que é um fundo de investimento de renda fixa?

Um fundo de investimento de renda fixa é como uma caixinha de segurança para o seu dinheiro, onde o objetivo é ter retornos mais previsíveis e menos sobressaltos. 

Nesse tipo de fundo, o dinheiro dos investidores é aplicado em títulos que, como o nome já diz, oferecem um retorno fixo

Isso significa que, na maioria das vezes, você vai saber de antemão quanto seu investimento vai render, ou pelo menos ter uma ideia bem clara disso.

Nesses fundos, o gestor coloca o dinheiro em diferentes tipos de títulos de dívida, como títulos públicos, CDBs (Certificados de Depósito Bancário), LCIs (Letras de Crédito Imobiliário), entre outros. 

Esses investimentos costumam ser mais seguros porque, em geral, você empresta dinheiro para o governo ou para bancos, e eles se comprometem a te pagar de volta com juros.

O bacana dos fundos de renda fixa é que eles são uma escolha interessante para quem não quer perder sono com os altos e baixos do mercado financeiro. 

São especialmente atrativos para quem está começando a investir ou para aqueles que preferem uma abordagem mais conservadora, buscando proteger seu patrimônio e garantir um retorno estável.

O que é um fundo de investimento de renda variável?

Um fundo de investimento de renda variável é tipo uma montanha-russa financeira, mas calma, não é tão assustador quanto parece! 

Esse tipo de fundo é para aqueles que buscam aventuras um pouco mais emocionantes com seu dinheiro. 

Aqui, o investimento é feito em ativos que têm seu valor alterado com mais frequência, como as ações de empresas, por exemplo.

Nesse universo, o gestor do fundo usa o dinheiro dos investidores para comprar e vender ativos na bolsa de valores, sempre buscando as melhores oportunidades de lucro. 

Isso significa que o retorno pode variar bastante: em alguns momentos, você pode ganhar um bom dinheiro, e em outros, enfrentar algumas perdas. 

É a dinâmica da renda variável, onde os retornos não são garantidos.

Esse tipo de fundo é ideal para quem está disposto a correr mais riscos em busca de ganhos maiores. 

É a opção certa para quem tem um perfil mais ousado e está preparado para as oscilações do mercado. 

Claro, com a possibilidade de maiores retornos, vem também a chance de algumas quedas. 

Mas não se preocupe: com uma boa estratégia e um pouco de paciência, investir em renda variável pode ser uma forma eficaz de aumentar seu patrimônio a longo prazo.

Consultoria de investimentos

Renda fixa ou variável: em qual fundo investir?

Decidir entre investir em um fundo de renda fixa ou variável não tem resposta certa ou errada.

Tudo depende do seu gosto – ou melhor, do seu perfil de investidor e dos seus objetivos financeiros. 

Para te ajudar a fazer essa escolha, vamos a algumas dicas:

Conheça seu perfil de investidor

Antes de mais nada, é importante saber quem você é no mundo dos investimentos. 

Se a ideia de ver o valor do seu investimento subindo e descendo te deixa nervoso, talvez a renda fixa seja mais a sua praia. 

Agora, se você tem um espírito mais aventureiro e está disposto a correr mais riscos em busca de maiores retornos, a renda variável pode ser a escolha certa.

Defina seus objetivos financeiros

Pense no que você espera alcançar com seus investimentos. 

Se você está buscando construir um patrimônio a longo prazo e pode tolerar algumas oscilações pelo caminho, a renda variável pode oferecer esse potencial de crescimento. 

Por outro lado, se você busca segurança e previsibilidade, principalmente se estiver mais perto de uma grande meta financeira, como a aposentadoria, os fundos de renda fixa podem ser mais adequados.

Considere seu horizonte de tempo

O tempo que você planeja deixar seu dinheiro investido também é um fator fundamental. 

Investimentos em renda variável geralmente requerem um horizonte de tempo mais longo para compensar as flutuações do mercado, enquanto a renda fixa pode ser mais apropriada para objetivos de curto a médio prazo.

Avalie sua tolerância ao risco

Sua capacidade de dormir tranquilo, sabendo que o valor dos seus investimentos pode variar, diz muito sobre sua tolerância ao risco.

Investidores com baixa tolerância ao risco podem preferir a estabilidade da renda fixa, enquanto aqueles mais tolerantes podem achar a renda variável mais atraente.

Diversifique

Por fim, lembre que não é necessário escolher exclusivamente entre um ou outro. 

Diversificar seus investimentos entre renda fixa e variável pode ser uma excelente estratégia para balancear risco e retorno, aproveitando o melhor dos dois mundos.

No fim das contas, a decisão depende muito do seu perfil pessoal, dos seus objetivos financeiros e de quanto tempo você tem pela frente. 

Com as informações certas e uma boa estratégia, você pode fazer escolhas de investimento que estejam alinhadas com suas expectativas e necessidades financeiras.

No vídeo abaixo, tem um super conteúdo sobre como montar uma carteira de investimentos, passo a passo:

Como encontrar o melhor fundo de investimento? 

Encontrar o melhor fundo de investimento pode parecer uma missão digna de um detetive, mas com algumas dicas rápidas, você pode chegar lá sem precisar de uma lupa. 

Primeiro, vamos direto ao ponto: conheça a si mesmo. Isso mesmo, entender seu perfil de investidor é o passo número um. 

Você é do tipo que gosta de segurança ou prefere correr riscos em busca de maiores retornos?

Depois, dê uma olhada nos objetivos do fundo. Eles batem com o que você está procurando? 

Se você quer economizar para a aposentadoria, um fundo com foco em crescimento a longo prazo pode ser uma boa. 

Se precisa de dinheiro no curto prazo, procure algo com menos volatilidade.

Verifique o histórico de desempenho do fundo, mas lembre-se de que desempenho passado não é garantia de resultados futuros. 

É apenas uma peça do quebra-cabeça.

E claro, não esqueça das taxas! Elas podem comer uma boa parte do seu retorno. 

Compare as taxas de administração e performance entre diferentes fundos.

Por fim, se ainda estiver em dúvida, um consultor de investimentos tem a solução. 

Ele pode ajudar a avaliar suas opções, considerando seu perfil e objetivos financeiros, e direcioná-lo para o fundo de investimento que melhor atenda às suas necessidades. 

Com um profissional ao seu lado, a busca pelo fundo ideal fica bem mais tranquila.

Consultoria de investimentos para aproximar você de seus objetivos. Comece agora!

Quer conhecer mais sobre o meu trabalho e descobrir como a consultoria de investimentos pode ajudar na construção e preservação do seu patrimônio?

Mande uma mensagem pelo WhatsApp e vamos conversar!

Consultoria de investimentos


Lembre-se: rentabilidade passada não é garantia de retorno futuro. O desempenho dos fundos é líquido de taxas, mas não de impostos. O conteúdo deste blog tem o objetivo de educação financeira. Não tome decisões baseadas unicamente neste ou em qualquer texto. Faça a lição de casa, estude, questione, investigue e dê valor ao seu dinheiro.

Picture of Gustavo Heldt

Gustavo Heldt

Consultor associado da TRAAD Wiser Investor. Especialista em Investimentos e Finanças.

Me segue lá no Instagram 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie suas dúvidas :)