Fundo Brasil Capital 30 FIC FIA: como é a gestão do fundo

Gustavo Heldt

O Fundo Brasil Capital 30 FIC FIA é uma opção consistente e resiliente entre os fundos de ações no Brasil. 

Seu diferencial é a gestão estratégica da Brasil Capital, que usa a análise fundamentalista para selecionar empresas com estrutura dominante, vantagem competitiva e uma boa margem de segurança para os acionistas.

E vale mencionar que o fundo ficou em terceiro lugar entre os fundos de ações preferidos dos investidores em maio de 2020, de acordo com o ranking da Money Times. 

Para descobrir por que ele está em alta, siga a leitura e conheça a gestão do Fundo Brasil Capital 30 em detalhes. 

Origem do Fundo Brasil Capital 30 FIC FIA

O Fundo Brasil Capital 30 FIC FIA é um fundo de investimento de ações criado em 2012 pela gestora independente Brasil Capital.  

A empresa foi fundada em 2008, originalmente focada na gestão de recursos proprietários, e então expandiu seus negócios para recursos de clientes institucionais brasileiros, estrangeiros e family offices.

Desde o começo, a filosofia de investimento da Brasil Capital se baseia na análise fundamentalista e rigoroso controle de risco. 

Assim, o Fundo Brasil Capital 30 já nasceu com o objetivo de obter retorno em longo prazo e superar a Ibovespa com uma carteira composta por empresas sólidas da bolsa de valores. 

Só em 2016 o fundo foi aberto para pessoas físicas, e o salto no número de cotistas ocorreu após 2018. 

Gestão do Fundo Brasil Capital 30 

Atualmente, o Fundo Brasil Capital 30 conta com três gestores responsáveis na equipe:

  • André Ribeiro: sócio sênior e gestor com ampla experiência em trading, análise de empresas e gestão de fundos, tendo passado por empresas como Bradesco Templeton Asset Management e UBS Paine Webber
  • Ary Cera Zanetta Neto: sócio sênior e gestor com experiência em trading, análise de ações e renda fixa, que integrou a equipe de transição do novo Ministro da Economia Paulo Guedes
  • Bruno Baptistella: sócio sênior e gestor com experiência em trading, análise de empresas e gestão de fundos, além de ex-sócio do Credit Suisse Hedging Griffo.

Além disso, a casa possui analistas com certificação CFA (Chartered Financial Analyst) e especialistas em risco, compliance em operações. 

O processo de investimento do Fundo Brasil Capital 30 funciona em três etapas principais:

  • Identificação de oportunidades: o Comitê de Geração de Ideias busca empresas com geração de caixa consistente, capacidade de execução e resiliência diante da adversidade no mercado
  • Análise do negócio e monitoramento dos investimentos: depois, o Comitê de Investimentos faz a análise minuciosa sobre a empresa e sua cadeia de negócios, utilizando critérios como vantagem competitiva, dominância estrutural e atualização contínua de eventos que podem afetar a empresa
  • Gestão do fundo: por fim, o Comitê de Portfólio analisa se há distorções entre o preço de mercado e valor intrínseco da ação, define momento e sizing adequados do investimento e ajusta a exposição do fundo às empresas, além de avaliar a margem de segurança e desinvestimento.

Ao todo, o universo de investimento da Brasil Capital compreende cerca de 150 empresas, das quais 100 são acompanhadas de perto e 50 estudadas profundamente. 

Estratégia do Fundo Brasil Capital 30 

A estratégia de investimento do Fundo Brasil Capital 30 se baseia na compreensão aprofundada das atividades das empresas e seus fundamentos para obter retorno em longo prazo. 

O objetivo é construir um portfólio sem concentração excessiva em determinados setores e empresas, privilegiando ações de empresas com alta liquidez na bolsa e que atendem aos seguintes pilares:

  • Modelo de negócio estruturalmente superior com potencial de crescimento e ROIC (Retorno sobre o Capital Investido) acima do custo de capital, além de alta capacidade de gerar caixa e valor
  • Time de gestão de altíssima qualidade com lideranças competentes e interesses alinhados aos dos acionistas
  • Valuation atrativo, sem distorções consideráveis entre valor de mercado e valor intrínseco para garantir margem de segurança ao investimento. 

Dessa forma, o Fundo Brasil Capital 30 busca retornos reais superiores ao custo de oportunidade dos cotistas em médio e longo prazo. 

Na sua política de investimento, o fundo declara o seguinte:

O fundo tem um horizonte de investimento de longo prazo, o que permite uma estreita relação com as empresas investidas e profundo conhecimento dos seus mercados de atuação. As empresas são selecionadas, principalmente, através de critérios fundamentalistas, sempre usando premissas conservadoras e margem de segurança.

A aplicação mínima inicial é de R$ 10 mil e a liquidez de D+32, com taxa de administração de 1,5% a.a. e taxa de performance de 20% sobre o excedente do Ibovespa.

Rentabilidade do Fundo Brasil Capital 30 

A rentabilidade consistente do Fundo Brasil Capital 30 é uma das razões para o destaque do fundo nos últimos anos.

Confira os resultados:

  • 2019: 56,1%
  • 2018: 13,6%  
  • 2017: 34,6%
  • 2016: 34,4%
  • 2015: -9,5%
  • 2014: 4,4%
  • 2013: -3,2%
  • 2012: 19%

Veja também o desempenho do Brasil Capital em janelas recentes, de 12, 24 e 36 meses:

12 meses

Considerando a apuração da Anbima em 07 de julho de 2020, o Fundo Brasil Capital 30 acumulou rentabilidade de 2,42% nos últimos 12 meses.

O resultado é bastante positivo, se considerarmos a pandemia do coronavírus que impactou a bolsa de valores em 2020. 

24 meses

Já nos últimos 24 meses a contar da data de apuração, o fundo acumulou alta de 54,12%.

36 meses

Por fim, nos últimos 36 meses a contar da referência, o resultado foi de 77,78%, totalizando uma valorização de 134,32% no período.  

Entendeu como funciona a gestão do Fundo Brasil Capital 30?

Então, decida se vale a pena investir nesse fundo e não se esqueça de compartilhar o artigo. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *