O que é FIC FIA e por que você precisa conhecer essas siglas

Você sabe o que é FIC FIA e por que é importante conhecer essas siglas para investir melhor?

Basicamente, elas indicam tipos de fundos de investimentos e sua composição de carteira.

Para resumir: FIC FIA é um Fundo de Investimento em Cotas de Fundos de Investimentos em Ações.

Opa, não ficou tão claro? Sem problema. 

Nas próximas linhas, vamos desvendar essas e outras siglas do mercado financeiro para você aprender cada vez mais sobre fundos de investimento e seu enorme potencial como porta de entrada para a renda variável e para as ações.

Continue lendo para decifrar o que é FIC FIA e aumentar seu repertório.

O que é FIC FIA?

É fácil entender o que é FIC FIA: duas das siglas mais utilizadas para indicar o nome dos fundos de investimento no mercado financeiro.

No caso, FIC significa Fundos de Investimentos em Cotas e FIA quer dizer Fundos de Investimentos em Ações. 

Sua função é sinalizar qual o tipo de fundo de investimento e a composição de sua carteira de forma rápida e objetiva, de modo que o investidor consiga reconhecer essas informações só pelo nome do fundo. 

Quando você estiver buscando por fundos de investimento, vai se deparar com essas e outras siglas que facilitam muito a análise — desde que você saiba o que significam.

Portanto, é bom salientar que essas siglas podem ser usadas separadamente ou de forma conjunta. Quando usadas em conjunto, as siglas FIC FIA significam que você está analisando um fundo de investimento em cotas de fundos de ações.

Você também pode ter um FIC RF, por exemplo. Nesse caso, estamos falando de um fundo de investimento em cotas de fundos de renda fixa.

Como funcionam o FIC, o FIA e o FIC FIA

Depois de entender o que é FIC FIA, você pode analisar com mais propriedade os diferentes fundos disponíveis do mercado.

Entenda melhor essa terminologia:

FIC

Os FICs, ou fundos de investimento em cotas, também são conhecidos como “fundos de fundos”.

Nesse tipo de investimento, você compra uma cota e o gestor do fundo usa os recursos aplicados para comprar cotas de outros fundos, permitindo que você invista indiretamente em vários ativos e diversifique sua carteira.

Conforme as regras da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), o FIC deve ter no mínimo 95% do seu patrimônio investido em cotas de fundos de uma mesma classe, como renda fixa, renda variável ou câmbio — os outros 5% podem ser direcionados à renda fixa.

A exceção fica por conta do FIC multimercado, que pode alocar recursos em várias classes de ativos ao mesmo tempo.

FIA

Os FIAs são fundos de investimento em ações que possuem no mínimo 67% de sua carteira composta pelos papéis negociados na bolsa.

Logo, ao comprar cotas desses fundos, você está investindo indiretamente na bolsa de valores.

O principal fator de risco dos FIAs é a variação do preço das ações — daí a importância de estudar os papéis que compõem a carteira do fundo antes de investir.

A vantagem para o investidor é diversificar seu portfólio sem ter que comprar ações diretamente e diluir os riscos da volatilidade de ativos específicos, além de contar com um gestor profissional que seleciona os papéis com base em análises de mercado.

Geralmente, o benchmark dos FIAs é o Ibovespa, o principal índice de referência para o desempenho médio da bolsa de valores. 

FIC FIA

Os fundos FIC FIAs são aqueles que reúnem as características dessas duas siglas. Ou seja, investem no mínimo 95% do patrimônio em cotas de fundos de ações.

Exemplo: o fundo Forpus Ações FIC FIA investe 95% do seu patrimônio em cotas do Forpus Ações Master, da mesma gestora.

As casas de gestão usam essa composição para criar diferentes fundos que seguem uma mesma estratégia, com variados graus de aderência.

Da mesma forma, na gestora de fundos Alaska, o fundo Alaska Black FIC FIA – BDR Nível I investe grande parte do patrimônio no fundo Alaska Black Master FIA – BDR Nível I.

Siglas além de FIC FIA

Agora que você sabe o que é FIC FIA, é importante aumentar o repertório de siglas de fundos de investimento.

Estas são algumas das mais comuns:

  • FI: simplesmente “fundo de investimento”
  • FIM: fundo de investimento multimercado 
  • CP: fundo de curto prazo
  • LP: fundo de longo prazo
  • REF: fundo referenciado (índice de referência)
  • RF: fundo de renda fixa.

Entendeu o que é FIC FIA e por que é importante conhecer as siglas dos fundos de investimentos?

Continue acompanhando os artigos e fique por dentro do mercado financeiro.

Deixe uma resposta