fbpx
INVESTIMENTO EM FUNDOS (400 x 200 px)

É possível transferir a custódia de fundos? Descubra agora

Sim, é possível transferir a custódia de fundos, bem como de outros tipos de investimentos, como ações, títulos privados, Tesouro Direto e ETFs.

A transferência de custódia é a troca da instituição financeira na qual seus ativos estão custodiados (guardados). 

Uma das principais vantagens desse tipo de operação é que não é necessário resgatar ou liquidar os investimentos e nem pagar Imposto de Renda

Concluído o processo, você já pode acompanhar sua carteira por meio da plataforma da nova instituição, que passa a ser a agente custodiante de seus investimentos.

Importante ressaltar que a transferência de custódia, semelhante à portabilidade entre operadoras de telefonia móvel, é um direito de todo investidor garantido pela legislação.

Não pode haver cobrança pelo serviço. 

Há muito mais a saber sobre o tema. Então, fica o convite para seguir a leitura.

Consultoria de investimentos

Por que transferir a custódia de fundos?

Agora que você sabe que é possível transferir a custódia de fundos de investimentos, vamos aos possíveis motivos que podem levar um investidor a tomar essa decisão.

Suporte, custo e atendimento

Há diversas instituições financeiras (novas e antigas) disputando espaço no mercado de capitais, mas nem todas oferecem atendimento e suporte de qualidade. 

Outro detalhe que pode pesar na decisão são os custos operacionais (corretagem, taxa de custódia, entre outros) para investir em diferentes classes de ativos.

Caso o cliente não esteja satisfeito com a experiência ou com o atendimento prestado, pode transferir seus ativos para outra corretora sem qualquer impedimento.

Opções de investimentos

Outro motivo que pode levar você a transferir a custódia de fundos de uma instituição para outra são as opções de investimentos.

De maneira geral, as principais corretoras oferecem diversos tipos de produtos, mas nem sempre os melhores ativos estão disponíveis em todas as plataformas. 

Investir por meio de uma instituição que oferece extensa quantidade de opções é como comprar em um grande supermercado. 

Você pode escolher, dentre os diversos ativos disponíveis, os que mais interessam a seu perfil e objetivos, tanto para montar um portfólio diversificado quanto para rebalanceá-lo quando necessário.

Assessoria especializada

A assessoria de investimentos talvez seja um dos principais motivos que leva um investidor a transferir a custódia de fundos e de outros ativos. 

Afinal, trata-se de um serviço especializado e personalizado que faz muita diferença, sobretudo para quem está iniciando sua jornada de investidor

O assessor de investimento ajuda o cliente a organizar sua vida financeira, entender seu perfil e tolerância a riscos e a estruturar um portfólio alinhado a suas expectativas e objetivos. 

Consultoria de investimentos para aproximar você de seus objetivos. Comece agora!

Como transferir a custódia de fundos

Como vimos, é possível transferir a custódia de fundos de uma instituição financeira para outra gratuitamente e em poucos dias.

O processo é um pouco diferente em relação à transferência de outros ativos, como Tesouro Direto, ações, fundos imobiliários e ETFs, mas não há mistério.

A seguir, confira o passo a passo de como fazer:

Abra uma conta na nova instituição 

O primeiro passo para transferir a custódia de fundos é abrir uma conta na nova instituição financeira (corretora ou banco de investimento), com a qual você pretende se relacionar. 

O processo de abertura geralmente é feito pela internet de maneira rápida e prática. Dependendo do caso, a aprovação é automática e acontece em poucos minutos. 

Certifique-se de que é possível fazer a transferência

Para saber se é possível transferir a custódia de fundos, você deve verificar se a instituição destino oferece os mesmos fundos que você tem na instituição de origem.

Isso é necessário porque nem todos os fundos de investimentos são oferecidos por todas as corretoras ou distribuidoras de valores mobiliários.  

Outro detalhe importante: não é possível transferir a custódia de fundos exclusivos, produto destinado a investidores qualificados, criado sob medida para atender a um único cotista.

Consultoria de investimentos

Preencha o formulário de portabilidade

Com a conta aberta e devidamente habilitada, você deve preencher o formulário de portabilidade com atenção aos dados cadastrais e dos fundos que deseja transferir. 

Para a maioria dos ativos, como ações, Tesouro Direto e Fundos Imobiliários, o documento utilizado é o STVM (Solicitação de Transferência de Valores Mobiliários). 

Para os fundos de investimentos, há um documento de solicitação específico no qual devem constar os dados da conta cedente (antiga instituição) e da conta cessionário (instituição atual), informações do cliente, do produto, entre outras.

> Leia também: Qual é a taxa de administração em fundo de investimento?

Como transferir a custódia de fundos para o BTG

Viu como é possível transferir a custódia de fundos de investimento sem precisar resgatar as cotas e pagar Imposto de Renda?

Se você não está satisfeito com os serviços prestados pela instituição financeira na qual tem conta, considere fazer a mudança. 

Para transferir para o BTG, por exemplo, Basta você abrir uma conta sem tarifa e sem custos de manutenção e cumprir as seguintes etapas para transferir a custódia de seus fundos:

  1. Verificar com a instituição cedente (onde você fez os investimentos) qual é o procedimento padrão adotado (é importante que não haja nenhum tipo de pendência que comprometa a portabilidade)
  2. Preencher a Carta de Fundos disponível no Portal do BTG Pactual
  3. Para emitir a solicitação, basta acessar, dentro da área logada, “Transferências > Transferências de Custódia”
  4. Assinalar a opção “Entrada – Trazer a custódia de uma outra corretora para o BTG Pactual”
  5. No campo “Instituição origem”, selecionar a instituição cedente. Caso não a encontre entre opções selecionáveis, digitar a razão social na lacuna
  6. Preencher as informações dos ativos a serem transferidos, no caso, fundos de investimento, contendo o nome completo e o CNPJ do fundo
  7. Preencher a quantidade de cotas que deseja transferir.

Antes de clicar em “continuar” e gerar um PDF com a solicitação, revise os dados para evitar que erros de preenchimento impeçam a portabilidade.

É importante que você verifique também se a sua conta no BTG está devidamente habilitada a receber a transferência de custódia.

Gostou das dicas? Se ficou alguma dúvida, deixe um comentário.

Quer conhecer mais sobre o meu trabalho e descobrir como a consultoria de investimentos pode ajudar na construção e preservação do seu patrimônio?

Mande uma mensagem pelo WhatsApp e vamos conversar!

Consultoria de investimentos


Lembre-se: rentabilidade passada não é garantia de retorno futuro. O desempenho dos fundos é líquido de taxas, mas não de impostos. O conteúdo deste blog tem o objetivo de educação financeira. Não tome decisões baseadas unicamente neste ou em qualquer texto. Faça a lição de casa, estude, questione, investigue e dê valor ao seu dinheiro.

Gustavo Heldt

Gustavo Heldt

Consultor associado da TRAAD Wiser Investor. Especialista em Investimentos e Finanças.

Me segue lá no Instagram 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie suas dúvidas :)