fbpx
INVESTIMENTO EM FUNDOS (400 x 200 px)

Como montar um fundo exclusivo e quais são as suas vantagens

Quer entender como montar um fundo exclusivo e quais são as vantagens desse veículo de investimento?

Então você chegou ao lugar certo.

Nas próximas linhas, vou contar quais são as vantagens tributárias do fundo exclusivo, para quem é indicado esse produto e como ele pode ser construído.

E lá no fim, deixo um contato para você tirar todas as suas dúvidas para montar um fundo exclusivo que faça sentido para o seu planejamento financeiro.

Interessado? Siga a leitura.

Consultoria de investimentos

Como montar um fundo exclusivo

O roteiro de como montar um fundo exclusivo não é muito diferente da estruturação de um fundo de investimento “convencional”

As normas regulatórias constam na Instrução CVM 555, que dispõe sobre a constituição, administração e funcionamento dos fundos de investimento

Conforme a CVM, fundo exclusivo é um produto de investimento dedicado a investidores qualificados, “constituído para receber aplicações de um único cotista”.

Investidores qualificados são aqueles que possuem pelo menos R$ 1 milhão investidos ou têm alguma certificação técnica reconhecida. 

A seguir, confira um passo a passo de como montar um fundo exclusivo:

1. Definição dos prestadores de serviço 

Se você é investidor qualificado e tem recursos o suficiente para justificar abrir um fundo só seu, o primeiro passo é procurar as instituições financeiras que prestam esse serviço.

O fundo vai precisa de:

  1. Gestor: pessoa física ou jurídica responsável por tomar as decisões de investimento que, no caso dos fundos exclusivos, têm a participação ativa do investidor
  2. Administrador: instituição financeira responsável pelos trâmites burocráticos e administrativos do fundo, inclusive junto aos órgãos reguladores
  3. Auditor independente: instituição contratada para auditar os informes e relatórios do fundo, dando mais segurança e credibilidade às transações  
  4. Custodiante: responsável por guardar os ativos do fundo, bem como proceder sua liquidação física e financeira.

2. Escolha o tipo de fundo

A Anbima classifica os fundos de investimento em quatro tipos: renda fixa, ações, multimercado e cambial

Cada classe de fundo é dividida em categorias e subcategorias. 

A definição do tipo de fundo e suas respectivas categorias é essencial para definir a política de investimento, considerando as expectativas e a tolerância do investidor a riscos.

> Leia também: Fundo exclusivo aberto e fechado: qual é o melhor?

3. Documentação e registro

Definidos os prestadores de serviço e o tipo de fundo, o investidor precisa providenciar as documentações necessárias para o registro junto à CVM e à Anbima.

Conforme instrução da CVM, cabe ao administrador:

  • Inscrever o fundo no CNPJ
  • Aprovar o regulamento do fundo e registrá-lo no cartório de títulos e documentos 
  • Apresentar o nome do auditor independente.
Consultoria de investimentos

Por que montar um fundo exclusivo

Para quem tem patrimônio milionário (acima de R$ 5 milhões pelo menos), montar um fundo exclusivo tem diversas vantagens, como as listadas a seguir:

Eficiência tributária

Você pode reduzir significativamente o impacto do Imposto de Renda sobre seu patrimônio no longo prazo com um fundo exclusivo. 

Por exemplo, não é necessário pagar IR toda vez que o gestor fizer realocações internas, diferentemente do investidor pessoa física.

Na modalidade fundo fechado, é possível escapar também do come-cotas (antecipação semestral do IR) em fundos de renda fixa e multimercados.

Gestão especializada

Fundos exclusivos são feitos sob medida para o investidor, que pode participar ativamente das decisões de investimento. 

Por ser um produto personalizado, conta com um gestor totalmente alinhado, com prestação de contas em relatórios detalhados. 

Planejamento sucessório

Também é possível usar o fundo exclusivo como uma estratégia de planejamento de herança por meio da doação, em vida, de cotas aos herdeiros.

A transferência pode ser acompanhada de cláusulas de proteção ao patrimônio, como usufruto após certa idade, inalienabilidade de bens, dentre outras.

Consultoria de investimentos para aproximar você de seus objetivos. Comece agora!

Dica bônus para montar um fundo exclusivo

Como você percebeu, montar um fundo exclusivo pode ser muito vantajoso para um investidor qualificado que tenha patrimônio elevado.

Mas é preciso atenção aos custos e aos detalhes. 

As etapas de estruturação de um fundo exclusivo não são muito diferentes das de um fundo “convencional”. 

Envolvem taxas de administração, de custódia, de registros, dentre outras. 

É com base no tamanho do seu patrimônio e seu perfil, se vale ou não a pena de montar um fundo exclusivo.

Gostou das dicas para montar um fundo exclusivo? Compartilhe com amigos que podem se interessar pelo conteúdo.

Quer conhecer mais sobre o meu trabalho e descobrir como a consultoria de investimentos pode ajudar na construção e preservação do seu patrimônio?

Mande uma mensagem pelo WhatsApp e vamos conversar!

Consultoria de investimentos


Lembre-se: rentabilidade passada não é garantia de retorno futuro. O desempenho dos fundos é líquido de taxas, mas não de impostos. O conteúdo deste blog tem o objetivo de educação financeira. Não tome decisões baseadas unicamente neste ou em qualquer texto. Faça a lição de casa, estude, questione, investigue e dê valor ao seu dinheiro.

Picture of Gustavo Heldt

Gustavo Heldt

Consultor associado da TRAAD Wiser Investor. Especialista em Investimentos e Finanças.

Me segue lá no Instagram 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie suas dúvidas :)