fbpx
INVESTIMENTO EM FUNDOS (400 x 200 px)

Come-cotas: entenda o recolhimento antecipado de IR ao investir

O efeito do come-cotas nos fundos de investimento não é algo que você deve ignorar ao montar um portfólio de investimento

Estamos falando de tributação, o que significa que parte dos seus rendimentos passam a ser de propriedade do governo. 

Mas afinal, o que é come-cotas? Por que as pessoas torcem o nariz ao ouvir falar dele? Tem como evitar come-cotas nos fundos de investimento?

Continue lendo e  descubra respostas para essas e outras perguntas. 

Consultoria de investimentos

O que é come-cotas?

Come-cotas é o apelido atribuído pelo mercado financeiro à antecipação semestral de Imposto de Renda sobre o rendimento de alguns fundos de investimento

A cobrança ocorre sempre no dia último dia útil de maio e de novembro.

Tem esse nome porque o imposto devido é deduzido na proporção de cotas do seu fundo de investimento.

Como funciona o come-cotas

Todo o processo de apuração e desconto do Imposto de Renda referente ao come-cotas é feito pelo administrador do fundo. 

Como investidor, você não precisa se preocupar com a operacionalização do processo.

Funciona assim:

  1. Ao final de cada semestre (último dia útil de maio e novembro), o administrador calcula se houve lucro no fundo de investimento
  2. Se sim, uma alíquota de IR (de 15% a 20%) é aplicada sobre o rendimento auferido na janela de seis meses anterior
  3. O valor do imposto é calculado na proporção das cotas do fundo e entregue ao governo — por isso, o termo come-cotas
  4. Na ocasião do resgate, o IR pago antecipadamente é ajustado do valor total de impostos a pagar.

O principal objetivo do governo com o come-cotas é receber sua parte adiantada, uma espécie de “antecipação de recebíveis”, mesmo que o investidor não faça resgates no período.

> Leia também: Fundo de ações tem come-cotas? Tire suas dúvidas

Impacto do come-cotas nos investimentos

O impacto do come-cotas nos fundos de investimento é negativo, de maneira geral.

E isso ocorre por uma razão simples: as cotas “transferidas” para o governo são subtraídas do patrimônio do fundo

Isso reduz o efeito positivo dos juros compostos, sobretudo no longo prazo. 

Afinal, se as cotas permanecessem no fundo, contribuiriam para o crescimento do patrimônio, dando mais força à “bola de neve” a seu favor.

Consultoria de investimentos

Onde incide o come-cotas?

O come-cotas incide sobre os fundos de investimentos, mas não em todos. 

A lista inclui:

Quanto às alíquotas, vale destacar que come-cotas pode ser mais ou menos agressivo, dependendo do prazo do fundo.

  1. Fundos de curto prazo (ativos com horizonte médio de vencimento igual ou inferior a um ano) pagam 20% por semestre
  2. Fundos de longo prazo (ativos com horizonte médio de vencimento superior a um ano) pagam alíquotas de 15% por semestre.  

E como fica o excedente do Imposto de Renda?

Como vimos, o come-cotas é uma antecipação, o que significa que ajustes podem ocorrer na ocasião do resgate.

Isso dependerá do prazo de aplicação, conforme a tabela de IR a seguir.

Fundos de curto prazo

Para os fundos de curto prazo, a alíquota do come-cotas é de 20%, mas você precisará pagar mais 2,5% (alíquota complementar), caso resgate o dinheiro em até 180 dias, por exemplo.

Prazo de permanência da aplicaçãoAlíquota totalAlíquota come-cotasAlíquota complementar
Até 180 dias 22,5%20%2,5%
Acima de 180 dias20%20%0

Fundos de longo prazo

Para os fundos de longo prazo, a alíquota do come-cotas é de 15%, mas você precisará fazer ajustes (pagar mais imposto) caso solicite resgate em até 720 dias.

Prazo de  permanência  da aplicação Alíquota TotalAlíquota  come-cotas Alíquota complementar
Até 180 dias 22,5% 15% 7,5% 
De 181 a 360 dias20%15%5%
De 361 a 720 dias 17,5%15%2,5%
Acima de 720 dias15% 15% 0%

> Leia também: Como investir meu dinheiro de forma segura e rentável?

Tem como fugir do come-cotas?

Sim, tem como fugir do come-cotas, embora o fator tributação não seja o único que você deva considerar ao estruturar um portfólio.

Como vimos, ele incide sobre alguns fundos de investimento — não todos. 

Os fundos de ações, por exemplo, não estão sujeitos à antecipação tributária, bem como os fundos fechados — FIIs, Fiagros e FI-Infras.

O mesmo vale para os fundos de previdência, que têm outras vantagens tributárias exclusivas. 

Consultoria de investimentos para aproximar você de seus objetivos. Comece agora!

Se você quer estruturar um portfólio de investimentos diversificado, rentável, seguro e eficiente, conte comigo.

Quer conhecer mais sobre o meu trabalho e descobrir como a consultoria de investimentos pode ajudar na construção e preservação do seu patrimônio?

Mande uma mensagem pelo WhatsApp e vamos conversar!

Consultoria de investimentos


Lembre-se: rentabilidade passada não é garantia de retorno futuro. O desempenho dos fundos é líquido de taxas, mas não de impostos. O conteúdo deste blog tem o objetivo de educação financeira. Não tome decisões baseadas unicamente neste ou em qualquer texto. Faça a lição de casa, estude, questione, investigue e dê valor ao seu dinheiro.

Picture of Gustavo Heldt

Gustavo Heldt

Consultor associado da TRAAD Wiser Investor. Especialista em Investimentos e Finanças.

Me segue lá no Instagram 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie suas dúvidas :)