fbpx
INVESTIMENTO EM FUNDOS (400 x 200 px)

CDB é renda fixa ou variável? Entenda e avalie esse investimento

Afinal, CDB é renda fixa ou variável?

Essa dúvida é comum entre investidores que buscam maneiras seguras e rentáveis de aplicar seu dinheiro. 

E o CDB, ou Certificado de Depósito Bancário, é uma opção popular nos bancos brasileiros. 

Mas entender exatamente como ele funciona e onde se encaixa no mundo dos investimentos pode ser um tanto desafiador. 

A partir de agora, vamos esclarecer essa questão de forma simples e direta, ajudando você a tomar melhores decisões sobre onde colocar seu dinheiro.

Consultoria de investimentos

CDB é renda fixa ou variável?

Direto ao ponto: CDB é um investimento de renda fixa

Isso significa que, ao investir em um CDB, você tem maior previsibilidade sobre os seus rendimentos. 

Renda fixa é um tipo de investimento onde você já sabe, ou pelo menos tem uma boa ideia, de quanto vai ganhar no final

Exemplos de renda fixa incluem a poupança, o Tesouro Direto e, claro, o CDB. 

Esses investimentos têm um rendimento previsível, porque a taxa de juros pode ser fixa (você sabe exatamente quanto vai ganhar) ou seguir uma taxa de referência, como o CDI.

A renda variável, por outro lado, é aquele tipo de investimento onde o retorno não é garantido e pode variar bastante.

Ações na bolsa de valores, fundos imobiliários e criptomoedas são exemplos de renda variável. 

Aqui, os ganhos (ou perdas) dependem do desempenho do mercado, e você não tem como saber exatamente quanto vai ganhar.

Agora, voltando ao CDB, os bancos emitem esse tipo de título para captar dinheiro e, em troca, pagam juros aos investidores. 

Esses juros podem ser:

  • Pré-fixados: onde você sabe a taxa de juros no momento da aplicação. Por exemplo, um CDB que paga 10% ao ano
  • Pós-fixados: onde a rentabilidade está atrelada a um indicador, geralmente o CDI. Se o CDI subir, seu rendimento sobe junto
  • Híbridos: uma mistura dos dois, como IPCA + 5%, onde parte do rendimento é fixa e outra parte varia com a inflação.

Então, agora você já sabe: CDB é uma opção de renda fixa.

> Leia também: Fundo de investimento é renda fixa ou variável?

Por que o CDB é renda fixa?

O CDB é opção para quem busca segurança e previsibilidade nos investimentos, o que é próprio da renda fixa. 

Veja algumas de suas características principais:

Segurança do investimento

Investir em CDBs é considerado seguro porque você empresta dinheiro para bancos sólidos, que usam esses recursos para conceder empréstimos e outras operações. 

Além disso, como a maioria dos CDBs é emitida por grandes instituições financeiras, o risco de calote é baixo.

Rentabilidade previsível

Uma das vantagens do CDB é a previsibilidade dos rendimentos. 

Como a taxa de juros pode ser pré-fixada ou atrelada a índices como o CDI, você tem uma boa noção de quanto seu dinheiro vai render ao longo do tempo. 

Isso facilita o planejamento financeiro e a gestão dos seus investimentos.

Garantia do Fundo Garantidor de Créditos

Outra característica importante dos CDBs é a proteção oferecida pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC). 

O FGC garante até R$ 250 mil por CPF por instituição financeira, caso o banco emissor enfrente problemas. 

Isso dá uma camada extra de segurança para seu investimento, é claro, mas valores acima disso devem ser melhor distribuídos entre ativos e emissores dos títulos.

CDB X outros investimentos de renda fixa

Quando se trata de investimentos de renda fixa, o CDB é apenas uma das opções disponíveis. 

Vamos compará-lo com outras alternativas populares para ajudar você a escolher a melhor para suas necessidades.

CDB ou poupança?

A poupança é conhecida pela sua simplicidade e liquidez, mas sua rentabilidade é baixa. 

O CDB geralmente oferece rendimentos melhores, especialmente em períodos de alta na taxa de juros. 

Enquanto a poupança rende cerca de 70% da Selic, um CDB pós-fixado pode pagar 100% do CDI ou mais. 

Portanto, se você busca uma rentabilidade mais atraente, o CDB é uma escolha superior.

> Leia também: Quanto rende 1 milhão na poupança?

CDB ou Tesouro Direto?

O Tesouro Direto é outra opção de renda fixa que oferece segurança, pois é garantido pelo governo

Comparado ao CDB, o Tesouro Direto tem menor risco, mas os rendimentos podem variar dependendo do tipo de título (pré-fixado, pós-fixado ou atrelado à inflação). 

Ambos são boas opções, mas o CDB pode oferecer rendimentos mais altos, dependendo do banco emissor e das condições de mercado.

CDB ou LCI/LCA?

As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e do Agronegócio (LCA) são isentas de Imposto de Renda para pessoas físicas, o que pode ser uma grande vantagem. 

No entanto, os CDBs geralmente têm mais opções de prazos e melhores taxas de rentabilidade

Se a isenção de imposto é um fator importante para você, as LCIs e LCAs podem ser mais atraentes. 

Caso contrário, os CDBs podem oferecer maior flexibilidade e potencial de retorno.

Consultoria de investimentos

CDB ou renda variável?

Quando se trata de investir, escolher entre CDB e ativos de renda variável depende do seu perfil e objetivos. 

Vamos comparar as duas opções para entender melhor. 

Recapitulando: o CDB é um investimento de renda fixa, o que significa que oferece rentabilidade previsível. 

Você sabe quanto vai ganhar ou tem uma boa ideia baseada em taxas de referência como o CDI. 

A principal vantagem do CDB é a segurança e estabilidade, sendo ideal para quem prefere menos riscos e deseja saber quanto vai receber no fim do período. 

No entanto, a rentabilidade pode ser menor comparada à renda variável, especialmente em períodos de baixa de juros.

Nessa categoria, um dos principais investimentos são as ações.

Elas representam uma fração do capital de uma empresa e o valor pode subir ou descer, dependendo do desempenho da empresa e do mercado. 

A grande vantagem das ações é o potencial de ganhos, especialmente se a empresa tiver um bom desempenho, além da possibilidade de receber dividendos.

Contudo, esse tipo de investimento apresenta maior risco e volatilidade, podendo resultar em perda de parte ou todo o capital investido se a empresa enfrentar problemas.

Já os fundos imobiliários são investimentos em imóveis, nos quais você ganha com aluguel e valorização das propriedades. 

Eles oferecem uma rentabilidade potencialmente alta e o recebimento de dividendos mensais, mas trazem a exposição ao mercado imobiliário e o risco de vacância dos imóveis. 

Por fim, ETFs são fundos que replicam índices de mercado, como o Ibovespa, oferecendo diversificação com baixo custo e potencial de crescimento, mas também estão sujeitos à volatilidade do mercado e aos riscos associados ao desempenho do índice.

Veja, então, que estamos falando sobre opções muito diferentes, de difícil comparação.

Se não sabe qual ter na carteira, o primeiro passo é acionar a consultoria de investimentos.

Vale a pena investir em CDB e em renda fixa?

Investir em CDB e em renda fixa pode ser uma ótima estratégia, especialmente para quem tem mais de 1 milhão de reais para aplicar. 

Esses investimentos são ideais quando você busca segurança e estabilidade

Se o seu objetivo é proteger o patrimônio e garantir uma rentabilidade previsível, a renda fixa é uma escolha acertada.

Para quem deseja manter uma parte do capital em um investimento seguro, o CDB oferece uma boa rentabilidade com baixo risco, principalmente quando comparado à poupança. 

Além disso, a garantia do FGC proporciona uma camada extra de proteção.

A renda fixa também é indicada para objetivos de médio e longo prazo

Por exemplo, se você está planejando a aposentadoria ou quer garantir fundos para um grande projeto no futuro, como a compra de um imóvel ou a educação dos filhos, investir em CDBs pode ajudar a alcançar essas metas de forma mais segura.

Mesmo com um patrimônio elevado, é sempre bom diversificar

Manter uma parte do investimento em CDB e outras opções de renda fixa ajuda a balancear a carteira, reduzindo os riscos e garantindo uma fonte estável de rendimento.

Consultoria de investimentos para aproximar você de seus objetivos. Comece agora!

Investindo em CDB com especialistas

Contar com um consultor de investimentos pode fazer toda a diferença na hora de investir em CDB. 

Esse profissional entende o mercado financeiro e pode ajudar você a escolher os melhores produtos para suas necessidades e objetivos.

Um consultor analisa seu perfil de investidor, sugere as melhores opções de CDBs e outros investimentos de renda fixa, e ainda acompanha o desempenho da sua carteira.

Além disso, um consultor de investimentos pode explicar de forma clara e simples as vantagens e desvantagens de cada opção, ajudando você a tomar decisões mais informadas. 

Com a ajuda de um especialista, você consegue maximizar os rendimentos e minimizar os riscos, garantindo que seu patrimônio esteja bem protegido e crescendo de forma saudável.

Quer conhecer mais sobre o meu trabalho e descobrir como a consultoria de investimentos pode ajudar na construção e preservação do seu patrimônio?

Mande uma mensagem pelo WhatsApp e vamos conversar!

Consultoria de investimentos


Lembre-se: rentabilidade passada não é garantia de retorno futuro. O desempenho dos fundos é líquido de taxas, mas não de impostos. O conteúdo deste blog tem o objetivo de educação financeira. Não tome decisões baseadas unicamente neste ou em qualquer texto. Faça a lição de casa, estude, questione, investigue e dê valor ao seu dinheiro.

Picture of Gustavo Heldt

Gustavo Heldt

Consultor associado da TRAAD Wiser Investor. Especialista em Investimentos e Finanças.

Me segue lá no Instagram 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Envie suas dúvidas :)